O verbo maior que crescer
Mais promissor que nascer
Mais marcante que escrever
Mais que tudo que se possa dizer...
Meu eterno conjugar... você!

No pretérito perfeito
No presente mais que perfeito
No futuro infinito...
Eu amo, em primeira pessoa,
A vós
Que me tomais mais que a mim,
Não sei.

A certeza que me veste
Com tecidos coloridos
Às vezes, estampados
Outras, ficam amassados
Nunca desbotados.

A gramática é imperfeita em seu dizer
Não digere o sentimento como o alimento
Que transforma toda a seiva em vida
Como o verbo amar, em ser.

Simône Linhares

Exibições: 23

Comentar

Você precisa ser um membro de Casa da Poesia* para adicionar comentários!

Editora Casa da Poesia

Chegou o

Volume 12 da Antologia 

Volume 9 da Antologia

Volume 8 da Antologia

 Volume 7 

                VOLUME 6 

    

PARCEIROS

ALB/SP

</

Nas Redes Sociais

                          CLIQUE AQUI

Fotos

  • Adicionar fotos
  • Exibir todos

Acesso ao CHAT da Casa

              Clique Aqui!

© 2021   Criado por Casa da Poesia*.   Ativado por

Badges  |  Relatar um incidente  |  Termos de serviço