ESPERANÇA: A última a morrer!

Hoje acordei ,e, ao abrir os olhos percebi
A grandiosidade ,e ,exclusividade da vida
Como o dom supremo de todas as coisas!
Vi , que há muita esperança ,que convida
A seguir em frente na caminhada de
Infinitas esperanças na solução dos
Problemas inerentes à nossa vida...
Teoremas calculados e resolvidos...
Mas ela jamais morrerá, e nela viverá
Com certeza vida abundante ,e,
Pujante será o meu destino quando
Descortino o futuro logo ali radiante!
Como um farol a iluminar caminhos,
A esperança é tempo de bonança!
Vem de Deus todo o seu carinho!
Do alto do pedestal da glória lá está
A “ESPERANÇA” a desvendar a história!
Que , a mim está reservada na vitória!

Jose Alfredo

Exibições: 11

Comentar

Você precisa ser um membro de Casa da Poesia* para adicionar comentários!

Editora Casa da Poesia

Chegou o

Volume 12 da Antologia 

Volume 9 da Antologia

Volume 8 da Antologia

 Volume 7 

                VOLUME 6 

    

PARCEIROS

ALB/SP

</

Nas Redes Sociais

                          CLIQUE AQUI

Fotos

  • Adicionar fotos
  • Exibir todos

Aniversários

Acesso ao CHAT da Casa

              Clique Aqui!

© 2020   Criado por Casa da Poesia*.   Ativado por

Badges  |  Relatar um incidente  |  Termos de serviço