Oferenda

Ainda que, não se entenda à luz da razão,
Cada ser humano é uma “oferenda” agradável
Ao seu criador! No meio das contendas,
Mesmo assim somos oferecidos à sua honra, e,
Poder... Na sua glória pertencemos à história
Da criação, como joias de pertença a Deus nosso
Divino Pai Eterno! Nosso lugar é nos seus braços ternos!
A vida deve ser oferecida em louvor, e, por amor
Àquele, que, nos ama, e está sempre conosco!
Deve subir aos céus como agradável incenso
Louvores orantes em credo intenso!

Uma troca de presentes faz-se presente na
Sua glória! ELE nos dá o Filho Unigênito!
E, o vivente se oferece em troca, como oferenda!
De agradável odor sobe o perfume de nossas almas...
Aninha-se nos braços do Pai amoroso e Todo Poderoso!
Mesmo no sofrimento é nosso dever oferece-Lo
Dores e tristezas, ferramentas de fortaleza d’alma!
Pois, é no sofrimento que se é forte, e, Dele o aporte
De vida eterna, e, sob sua proteção, e, misericórdia!
Em “oferenda” estamos sempre na Sua agenda de
Bondade, e, proteção a permear nossa história!

Jose Alfredo

Exibições: 34

Comentar

Você precisa ser um membro de Casa da Poesia* para adicionar comentários!

Comentário de Jose Alfredo Evangelista em 11 agosto 2020 às 13:12

Minha gratidão cara Ingrid pelo carinho de suas palavras!

Comentário de Ingrid Caldas em 11 agosto 2020 às 7:48

Lindas palavras... Muita tristeza...

Editora Casa da Poesia

Chegou o

Volume 12 da Antologia 

Volume 9 da Antologia

Volume 8 da Antologia

 Volume 7 

                VOLUME 6 

    

PARCEIROS

ALB/SP

</

Nas Redes Sociais

                          CLIQUE AQUI

Fotos

  • Adicionar fotos
  • Exibir todos

Aniversários

Acesso ao CHAT da Casa

              Clique Aqui!

© 2020   Criado por Casa da Poesia*.   Ativado por

Badges  |  Relatar um incidente  |  Termos de serviço