Quero versejar
rimas fáceis
de sons tateis
Soletrar as tais rimas
com esgrima

Quero tatear rimas
E cruzar pelas esquinas
Vertendo sílabas tônicas

Versejar verdejantes desejos
Ensaboar línguas agudas
Cortejar com veludo
-Palavras
Macias, leves e arejadas
Embebidas sorvendo mel
Destiladas de azedume e fel

Melancólicos alcoolicos suspiros
Que cibilam variantes e oscilam
Quero ser doce!
Deuses,  abençoem meu desejo!
Que a vida em linha reta
quer o avesso.

Valéria Brasil Calegari

Exibições: 18

Comentar

Você precisa ser um membro de Casa da Poesia* para adicionar comentários!

Comentário de Veronica de Nazareth-Noic@ em 7 julho 2020 às 21:35

...e, quando "a vida em linha reta
quer o avesso."é que a teimosia do pensar, desejar e sonhar, venceu. Ai nascem os versos.

Editora Casa da Poesia

Chegou o

Volume 12 da Antologia 

Volume 9 da Antologia

Volume 8 da Antologia

 Volume 7 

                VOLUME 6 

    

PARCEIROS

ALB/SP

</

Nas Redes Sociais

                          CLIQUE AQUI

Fotos

  • Adicionar fotos
  • Exibir todos

Aniversários

Acesso ao CHAT da Casa

              Clique Aqui!

© 2020   Criado por Casa da Poesia*.   Ativado por

Badges  |  Relatar um incidente  |  Termos de serviço