Os elos e os laços

Um elo para escrever uma pequena crônica me leva a rever fatos que lembram laços.
Facilmente a poesia quer me fazer poetar, esta danada que conhece os meus sentires. A poesia, com suas metáforas e suas sutilezas me fazem engolir mais facilmente sentimentos que incomodam ou querem aflorar. Mas a prosa é mais crua. Requer um tanto do mental.
Falemos então de elos. Que estamos todos conectados há tantos e tantos falando. Será que há tantos acreditando?
Pandemia Mundial: Bastou um início. Não foi um tsunami. Não foi uma tempestade. Não foi uma bomba atômica. Foi um ser que fez o elo para o mundo. Conectados? Parece incontestável.
No visível fica bem mais fácil de perceber. E no invisível? Nas formas pensamento? Na energia e vibrações que emanamos diariamente? Este pacote ainda está no invisível para nós.
Mas os elos visíveis estão aí materializando a teoria da conexão de forma dramática. Os invisíveis ficam por conta das vibrações que são medidas pela física. Mas quem se importa com isso, não é?
Seguem as vibrações dos egos do poder, da desigualdade, da fome, das injustiças, da maldade e tantos e tantos mais. Vibrações baixas.
E os laços? Laços lembram presentes.enfeites, surpresas, alegrias. São os que devemos fazer vibrar hoje e todos os dias.
O meu laço de hoje foi saber que uma tia querida viu meu vídeo e falou: como ela é bonita e estudada. Simples assim. Com ela, a tia, revejo meus laços de afeto e infância.
Podemos ser um laço por dia para alguém?
Vibrações de laços podem elevar a vibração do planeta, amém!

By MLK – 17/04/2020

Exibições: 59

Responder esta

Respostas a este tópico

Que
Bela reflexão
Em prosa contemporânea.

Responder à discussão

RSS

Editora Casa da Poesia

Chegou o

Volume 12 da Antologia 

Volume 9 da Antologia

Volume 8 da Antologia

 Volume 7 

                VOLUME 6 

    

PARCEIROS

ALB/SP

</

Nas Redes Sociais

                          CLIQUE AQUI

Fotos

  • Adicionar fotos
  • Exibir todos

Acesso ao CHAT da Casa

              Clique Aqui!

© 2021   Criado por Casa da Poesia*.   Ativado por

Badges  |  Relatar um incidente  |  Termos de serviço