"Vorrei poterti amare e ripeterti in me stesso,

In un verso scritto da te. Infinitamente.

Non conoscendo le parole che intendi usare, Mi volto, in te, Un Poema. "

.................................................................

Hai rubato un pezzo del mio corpo.

E hai mantenuto la stagione autunnale del mio amore con le parole.

Hai lasciato in me il gusto delle consegne senza paura.

Pezzi di desideri in attesa di un pomeriggio di sole.

Ti sei unito la pazzia della mia faccia arrossita,

A quello della tua mano incollata alla mia. Intenzionalmente.

Hai chiuso i tuoi occhi alla mia timidezza,

Quando era nuda e non poteva negarti sentimenti.

Hai relasciato me in una fredda notte di desolazione.

Hai rotto tutto. In piccole parti.

Ma sicuramente non hai portato la mia sublime devozione.

..................................................................................................

“Quisera poder amar-te e repetir-te dentro de mim,

Num verso escrito por ti.

Infinitamente.

Por não saber das palavras que pretendes usar,

Torno-me, em ti, Um Poema”.

 

Roubaste um pedaço do meu corpo.

E guardaste a estação outonal do meu amor em palavras.

Deixaste em mim o paladar das entregas, sem receios.

Pedaços de desejos à espera de uma tarde de sol.

Uniste a loucura da minha face ruborizada,

À da tua mão colada à minha. Intencionalmente.

Fechaste os olhos à minha timidez,

Quando nua não pude negar-te sentimentos.

Largaste-me a falar sozinha,  em noite fria de desolação.

Quebraste tudo. Em pequenas partes.

Mas por certo não levaste a minha sublime devoção.

Angela Lazzari

(Aos dezessete dias do mês de Fevereiro de 2019).

Exibições: 38

Comentar

Você precisa ser um membro de Casa da Poesia* para adicionar comentários!

Entrar em Casa da Poesia*

Editora Casa da Poesia

Chegou o

Volume 9 da Antologia 

Volume 8 da Antologia

 Volume 7 

                VOLUME 6 

    

PARCEIROS

Nas Redes Sociais

                          CLIQUE AQUI

Fotos

  • Adicionar fotos
  • Exibir todos

Aniversários

Não há aniversários hoje

Acesso ao CHAT da Casa

              Clique Aqui!

© 2019   Criado por Casa da Poesia*.   Ativado por

Badges  |  Relatar um incidente  |  Termos de serviço