Um pecado poema
[pintado num diário de sonhos]
Se aninhou nas asas de uma borboleta
e aprendeu voar com as folhas sopradas pela forte brisa ao luar

Fez um buquê de sonhos e ofereceu à vida
Abriu a janela e beijou o sol
Vestiu-se de flores
E encontrou o caminho do meu corpo [perdido no teu]

Com olhar de estrelas no meu céu
Beijou os meu olhos e cantou para mim
Sem pressa, sem sapatos, sem hora para ir embora

[Meu bem querer sagrado em mim]

Me amou assim
Com beijo de chuva
e toque de cetim

Devorou meus extraviados sonhos
Com toques sem sentir
[te sinto em mim]
Em noites sem fim como dias assim

Ro Fontana

Exibições: 227

Comentar

Você precisa ser um membro de Casa da Poesia* para adicionar comentários!

Entrar em Casa da Poesia*

Editora Casa da Poesia

Chegou o Volume 8 da Antologia

 Volume 7 da Antologia!

                VOLUME 6 

    

PARCEIROS

Nas Redes Sociais

                          CLIQUE AQUI

Fotos

  • Adicionar fotos
  • Exibir todos

Aniversários

Aniversários de Hoje

Aniversários de Amanhã

Acesso ao CHAT da Casa

              Clique Aqui!

Badge

Carregando...

© 2018   Criado por Casa da Poesia*.   Ativado por

Badges  |  Relatar um incidente  |  Termos de serviço

Offline

Vídeo ao vivo