TRISTE SINA

Afinal, quero tempo para quê?
Nada em mim trago
_ deserdadas ilusões_...

Crenças minhas esvaneceram-se
_ cinzas ao léu_...

Saudades!
E por que não?

Tênues rastros de doridas primaveras
-_sonhos nas mágoas abrigados_

Marilândia

Exibições: 4

Comentar

Você precisa ser um membro de Casa da Poesia* para adicionar comentários!

Entrar em Casa da Poesia*

Comentário de Angela Regina Lazzari terça-feira

Triste, mas muito, muito bonito! Beijos, Waulena!

Editora Casa da Poesia

Chegou o

Volume 9 da Antologia 

Volume 8 da Antologia

 Volume 7 

                VOLUME 6 

    

PARCEIROS

Nas Redes Sociais

                          CLIQUE AQUI

Fotos

  • Adicionar fotos
  • Exibir todos

Aniversários

Aniversários de Amanhã

Acesso ao CHAT da Casa

              Clique Aqui!

© 2019   Criado por Casa da Poesia*.   Ativado por

Badges  |  Relatar um incidente  |  Termos de serviço