Hoje é um daqueles dias tristes

em que tudo se resolve e tudo existe,

e nem de perto, nem de longe,

se entende bem das coisas o sentido.

É algo acre, é algo piche,

é sensação de risco em riste,

e nem por dentro, nem por fora,

se desata os nós que nos modelam.

Hoje é um momento que persiste,

um vai e vem que subsiste,

o mesmo acento, não mais do mesmo,

em que pesa bem o resgate do antes.

É pouca coisa, é coisa humana,

banal e simples, que nos irmana,

e nem no antes, e nem agora,

deixa viver a vida plena.

Pois tive um daqueles dias planos,

volta e meia vêm, com força e danos,

e resistem, e teimam, estupidificam,

e congelam em sal a flor que arde.

Exibições: 12

Comentar

Você precisa ser um membro de Casa da Poesia* para adicionar comentários!

Entrar em Casa da Poesia*

Editora Casa da Poesia

 Chegou

o Volume 7 da Antologia!

      À Venda Antologia

                VOLUME 6 

    

PARCEIROS

VEM AÍ !!!

Nas Redes Sociais

                          CLIQUE AQUI

Fotos

  • Adicionar fotos
  • Exibir todos

Aniversários

Não há aniversários hoje

Acesso ao CHAT da Casa

              Clique Aqui!

Badge

Carregando...

© 2018   Criado por Casa da Poesia*.   Ativado por

Badges  |  Relatar um incidente  |  Termos de serviço

Offline

Vídeo ao vivo