Perfil de poeta

Audaz poeta das letras...
Voraz escritor...
Pousa como borboleta,
Sorve o néctar de florida poesia...
Em mares revoltos anda sobre a maresia
Pisando as areias de calma praia...
Sua inspiração se espraia
Com as brumas da madrugada...
De voz calada o poeta segue
Dos poemas suas pegadas!...
Sua visão entranhada desnuda
Acanhadas estrofes,
Emerge das profundezas do coração
Num turbilhão de pensar o amar!

Poeta é como a doçura do fel...
O amargor do mel... Ele acha
O melaço no amargo rechaço...
Degusta o fel no doce mel!

O poeta se descobre no inverso
Do falso espelho o contrário da vida!
No engano da encruzilhada enfrenta
O desconhecido, que, o convida...

Nas surpresas das emboscadas
O poeta avança como combatente;
A cavaleiro da estrada ele avança...
Destemido, dos poemas é um vidente!

No meio dos turbilhões navega seguro...
Sua nau singra águas revoltas;
No tempo ele caminha para o futuro!

Se, se avizinha o mal, ele apresta-se no bem!
Se, se abate a tristeza, ele sinaliza com a alegria!
Se, o ódio agride, ele o amansa no amor!
Se, a escuridão lhe interrompe caminhos,
Ele ascende os faróis de sua inspiração!
Se, a guerra desaba, ele tremula a bandeira da paz!
Apraz-lhe abraçar com temperança a bonança
Da felicidade no cadinho da poesia...
Com idiossincrasia o poeta tem suas fantasias!

Na semântica o poeta mergulha em significados...
Com sua hermenêutica propõem percepções nos
Sentidos interpretativos das suas simbologias...
Ideologias literárias a permear seus textos!

Seu pensar divaga em contextos...
Sua coerência se equilibra em tênue linha...
Nexos vinculam suas ideias nos mistérios
Como notas na pauta de um saltério!

Como um anjo de prontidão no outeiro,
O poeta antenado, capta sentimentos!
Em momentos, sua alma de poeteiro
Anuncia a boa nova de sua “palavra”!

Que desce a terra como lavras a fecundar
Literato útero; Engravidar suas concepções!
Dar à luz luzes dissipando trevas ignorantes
Como pai protetor de puros corações!

O poeta tem no seu perfil o redil
Dos amantes... Amor flamante!
Em poemas vibrantes!

Jose Alfredo

Exibições: 3

Comentar

Você precisa ser um membro de Casa da Poesia* para adicionar comentários!

Entrar em Casa da Poesia*

Editora Casa da Poesia

Chegou o

Volume 12 da Antologia 

Volume 9 da Antologia

Volume 8 da Antologia

 Volume 7 

                VOLUME 6 

    

PARCEIROS

ALB/SP

</

Nas Redes Sociais

                          CLIQUE AQUI

Fotos

  • Adicionar fotos
  • Exibir todos

Aniversários

Não há aniversários hoje

Acesso ao CHAT da Casa

              Clique Aqui!

© 2020   Criado por Casa da Poesia*.   Ativado por

Badges  |  Relatar um incidente  |  Termos de serviço