Oro por Moçambique

Oro pelos olhos da fome
Pelo peito que murcho amamenta
Acreditando na permanência da vida
Oro pelo desespero plantado na árvore
Pendurado pela esperança
Pela sede potável
Pela água improvável
Oro pelos que transmutam
E pelos que sobrevivem
Oro pelos que oram
Como única forma
De alienar o estômago vazio
A alma seca
A pele molhada
Tatuada de dor
Oro pela minha impotência
Trazida à tona pela soberba
ilusão de classe social
Ajoelho diante da insônia
Para clamar pelo perdão
Pela solicitude consciencial
Que visita sem dó
Este grão de pó
No universo
Oro por Moçambique
Pelo planeta
Pela terra, pelo fogo
Pela água e pelo ar.

By MLK

Exibições: 37

Comentar

Você precisa ser um membro de Casa da Poesia* para adicionar comentários!

Entrar em Casa da Poesia*

Comentário de Anderson Balderrama dos Reis em 16 abril 2019 às 21:11
Não dá para fechar os olhos para esse desastre.
Bela oração, poetisa!
Comentário de maria jose zanini tauil em 25 março 2019 às 22:11

Seu poema já é uma oração cheia de emoção! Também oro por Moçambique. Bjs

Editora Casa da Poesia

Chegou o

Volume 9 da Antologia 

Volume 8 da Antologia

 Volume 7 

                VOLUME 6 

    

PARCEIROS

Nas Redes Sociais

                          CLIQUE AQUI

Fotos

  • Adicionar fotos
  • Exibir todos

Aniversários

Aniversários de Hoje

Aniversários de Amanhã

Acesso ao CHAT da Casa

              Clique Aqui!

© 2019   Criado por Casa da Poesia*.   Ativado por

Badges  |  Relatar um incidente  |  Termos de serviço