Odres velhos

Fico a pensar se hoje o povo
É semelhante a um odre velho
Aquele do Evangelho de Jesus...

Será que vinho novo em velho
Odre, ele vai aguentar?
Não vai estourar?

O povo de Israel era um odre
Mas, velho, e, não poderia
Receber o vinho novo do noivo!

Na grande festa da aliança, o
Noivo é Jesus, que consolida-se
Como vinho novo em odres novos!

E, você? É um odre novo a receber
O Noivo da nova aliança?...
Ou é odre velho que não o pode?

Assim como, roupa velha não se
Põe novos remendos!... Senão
O rasgo poderá aumentar!

Não se joga pérolas aos porcos!
Pois é grande o desperdício...
Isso não passa do fictício!

Preparai-vos como odres novos
Pra receber o novo vinho da
Aliança na festa do “noivo”!

Quando Ele vier, receba-O
Com casa pintada e arrumada!
A festa da salvação será consumada!

Jose Alfredo

Exibições: 1

Comentar

Você precisa ser um membro de Casa da Poesia* para adicionar comentários!

Entrar em Casa da Poesia*

Editora Casa da Poesia

Chegou o

Volume 12 da Antologia 

Volume 9 da Antologia

Volume 8 da Antologia

 Volume 7 

                VOLUME 6 

    

PARCEIROS

ALB/SP

</

Nas Redes Sociais

                          CLIQUE AQUI

Fotos

  • Adicionar fotos
  • Exibir todos

Aniversários

Aniversários de Hoje

Acesso ao CHAT da Casa

              Clique Aqui!

© 2020   Criado por Casa da Poesia*.   Ativado por

Badges  |  Relatar um incidente  |  Termos de serviço