O POETA
(Genaura Tormin)


O poeta
É um trabalhador de versos!
Livre para voar alto, solto, longe,
Ele encanta e se encanta.
No galope das metáforas,
Cria fantasias, ouriça sentimentos,
Pega carona no vento
E conquista o infinito.

O poeta chora,
Sorri, acalenta e consola.
É um artesão do amor!
Dá asas às esperanças,
Riso às tristezas,
Perseguindo caminhos vários
Para cantar chorando
E sofrer sorrindo.

É um manancial de emoções,
Um caudal,
Que faz florescer as margens
E seguir cantando para o mar da vida.
O poeta é protetor,
Amigo, desprendido e benfazejo.

É metacoração.
Meio anjo, meio canção.
Escorado na certeza de seus versos,
Veste os dias de esperança
Na cantiga das mudanças,
Das promessas,
Do sorriso fácil
E do amor compartilhado.

Os olhos encantam,
As palavras confirmam
E a escrita é a missiva direta ao leitor
Que dela necessita.
Há quem diga que “ler poesia,
Significa azeitar a alma.

Exibições: 2

Comentar

Você precisa ser um membro de Casa da Poesia* para adicionar comentários!

Entrar em Casa da Poesia*

Editora Casa da Poesia

         À Venda Antologia

                VOLUME 6 

    

Livros à Venda
CLIQUE AQUI

PARCEIROS

Nas Redes Sociais

                          CLIQUE AQUI

Fotos

  • Adicionar fotos
  • Exibir todos

Aniversários

Acesso ao CHAT da Casa

              Clique Aqui!

Badge

Carregando...

© 2018   Criado por Casa da Poesia*.   Ativado por

Badges  |  Relatar um incidente  |  Termos de serviço

Offline

Vídeo ao vivo