No mundo da lua

Distraído, e, no mundo real diluído
Vive quem se afasta da realidade, e,
Aproxima-se da longínqua Lua!

Dos compromissos da vida é desatenta
Seus sonhos divagam na prateada lua!
Contra seus deveres ela sempre atenta!

Vazio de responsabilidade enxerga
A vida à distância lunar a folgar e
Compromissos não saldar!

Em noite escura, e, sem lua
Bate o desespero na consciência nua!
Não tem lua para se esconder

E dela depender em sonhos,
Enfadonhos de sem um luar
Propício para se amar!

Escondidas nas dobras prateadas
Da lua nova, estão as ideias velhas!
Na lua crescente o displicente

No quarto minguante se acomoda
O viajante errante e perdido...
No mundo da lua é distraído!

Jose Alfredo

Exibições: 7

Comentar

Você precisa ser um membro de Casa da Poesia* para adicionar comentários!

Entrar em Casa da Poesia*

Editora Casa da Poesia

Chegou o

Volume 12 da Antologia 

Volume 9 da Antologia

Volume 8 da Antologia

 Volume 7 

                VOLUME 6 

    

PARCEIROS

ALB/SP

</

Nas Redes Sociais

                          CLIQUE AQUI

Fotos

  • Adicionar fotos
  • Exibir todos

Aniversários

Aniversários de Hoje

Acesso ao CHAT da Casa

              Clique Aqui!

© 2020   Criado por Casa da Poesia*.   Ativado por

Badges  |  Relatar um incidente  |  Termos de serviço