MUNDO ENTORPECIDO

Sob os céus vertendo as trevas
Num mundo que se entorpece...

Nesse negro painel, imagens de espanto
Onde a vida aflui e é sempre em movimento
Tal como os ares nas esferas e o mar sobre o mar.

Assim,
Como baile (ir)real a esbanjar delírios,
O êxtase, o grito, o choro, o “Te Deum” final...

Marilândia

Exibições: 16

Comentar

Você precisa ser um membro de Casa da Poesia* para adicionar comentários!

Entrar em Casa da Poesia*

Editora Casa da Poesia

Chegou o

Volume 9 da Antologia 

Volume 8 da Antologia

 Volume 7 

                VOLUME 6 

    

PARCEIROS

Nas Redes Sociais

                          CLIQUE AQUI

Fotos

  • Adicionar fotos
  • Exibir todos

Aniversários

Acesso ao CHAT da Casa

              Clique Aqui!

© 2019   Criado por Casa da Poesia*.   Ativado por

Badges  |  Relatar um incidente  |  Termos de serviço