Honestidade – Mara Nobre

O Brasil não deveria ter
Um congresso tão grande
Um honesto bastaria
Emprego sempre teria

Os gastos cairiam
Corruptos não existiriam
Nem corruptores
Para assombrarem os dias

Dos cidadãos de bens
Que lutam noite e dia
Ser digno ainda é a saída
Para seguir o caminho

Uma estrada de esperança
Para a juventude futura
E não receber como herança
O título de um país de corruptos

Exibições: 40

Comentar

Você precisa ser um membro de Casa da Poesia* para adicionar comentários!

Entrar em Casa da Poesia*

Editora Casa da Poesia

Chegou o

Volume 9 da Antologia 

Volume 8 da Antologia

 Volume 7 

                VOLUME 6 

    

PARCEIROS

Nas Redes Sociais

                          CLIQUE AQUI

Fotos

  • Adicionar fotos
  • Exibir todos

Aniversários

Acesso ao CHAT da Casa

              Clique Aqui!

© 2019   Criado por Casa da Poesia*.   Ativado por

Badges  |  Relatar um incidente  |  Termos de serviço