Foram-se as palavras,
Todos os verbos conjugados.
A noite perdeu os gemidos.
E a voz...emudeceu.

As folhas de todos os poemas,
Se foram.
E distraídas caíram no esquecimento.
Perdidas,
Elas ficaram n’algum lugar desconhecido.
Sem imagens e sem reconhecimento.

Por hora,
A esperança,
- Não tardia,
Da tua mão a chegar devagarinho.
Encostando na minha.

Sem promessas.
Sem divagações.

Apenas o calor das palmas das tuas mãos,
Roçando as minhas.

Basta-me a tua presença,
Dentro do possível que a vida presenteia.

O restante?

Escolhe o tempo e a hora.
O lugar, a música e a bebida.

Escolhe o que te apraz.

Somente desta forma,
Creia, sem receio,
Que continuarei sendo feliz...

Angela Lazzari

(Aos oito dias do mês de julho de 2019).


Exibições: 39

Comentar

Você precisa ser um membro de Casa da Poesia* para adicionar comentários!

Entrar em Casa da Poesia*

Editora Casa da Poesia

Chegou o

Volume 9 da Antologia 

Volume 8 da Antologia

 Volume 7 

                VOLUME 6 

    

PARCEIROS

Nas Redes Sociais

                          CLIQUE AQUI

Fotos

  • Adicionar fotos
  • Exibir todos

Aniversários

Aniversários de Hoje

Acesso ao CHAT da Casa

              Clique Aqui!

© 2019   Criado por Casa da Poesia*.   Ativado por

Badges  |  Relatar um incidente  |  Termos de serviço