Esvanecidas Sombras

Imbuída de trevas e de silêncios
“Pouco resta do que fui”
_angustiantes sentimentos duma vida sem vida_,
Ora interrompida pelos soluços dos que me amaram,
Num cortejo de cânticos alados,
Ora nos quiméricos vendavais dos sonhos,
Numa visão consoladora da mocidade flórea...

Enquanto,
Segredos recônditos, acariciantes,
Se abrem em leques de ternuras,
Palmilhando sensações que não têm velhice...

Marilândia

Exibições: 13

Comentar

Você precisa ser um membro de Casa da Poesia* para adicionar comentários!

Entrar em Casa da Poesia*

Editora Casa da Poesia

 Chegou

o Volume 7 da Antologia!

      À Venda Antologia

                VOLUME 6 

    

PARCEIROS

Nas Redes Sociais

                          CLIQUE AQUI

Fotos

  • Adicionar fotos
  • Exibir todos

Aniversários

Não há aniversários hoje

Acesso ao CHAT da Casa

              Clique Aqui!

Badge

Carregando...

© 2018   Criado por Casa da Poesia*.   Ativado por

Badges  |  Relatar um incidente  |  Termos de serviço

Offline

Vídeo ao vivo