Estirpe dos melhores

Sem falta modéstia... Afirmo, que pertenço
A uma “estirpe” de homens especiais, que
Somos iguais a todos os outros, mas só os
Melhores serviram o Exército Brasileiro!
Sou um deles... Enfrentei desafios com
Raça, e na moral busquei sempre o pedestal!
No ombro a ombro apendi o trabalho em grupo;
O espírito de corpo balizava nossas amizades;
Sob os pilares da disciplina e hierarquia,
Fui forjado no cadinho com temperança, e,
Responsabilidades... Acendrado fui sempre
No cumprimento dos deveres e obrigações!
Respeitava o superior, e, o subordinado...
Empolgavam-me os Símbolos pátrios!
Cantava com alma empolgada o Hino Nacional...
Mirava com destemor e patriotismo a Bandeira...
Nessa estirpe permaneci por trinta anos!
E, jamais me arrependi!... Meu caráter, e,
Personalidade formei-os com civilidade!
Com alma de soldado aprendi a me doar
Pelas causas coletivas onde o desempenho
De um era o de todos... Fiz parte de uma
Engrenagem onde todas as peças deveriam
Funcionar para nosso êxito alcançar!
Elite de guerreiros, que fizeram da caserna
Sua segunda casa... Da Pátria o sagrado Panteon!
Hoje na inatividade essa marca indelével acha-se
Embutida como um DNA na minha vida! Forjado
Que fui, na estirpe do Exército Brasileiro!

Jose Alfredo – Subtenente Reformado do 5º BIL

Exibições: 1

Comentar

Você precisa ser um membro de Casa da Poesia* para adicionar comentários!

Entrar em Casa da Poesia*

Editora Casa da Poesia

Chegou o

Volume 12 da Antologia 

Volume 9 da Antologia

Volume 8 da Antologia

 Volume 7 

                VOLUME 6 

    

PARCEIROS

ALB/SP

</

Nas Redes Sociais

                          CLIQUE AQUI

Fotos

  • Adicionar fotos
  • Exibir todos

Aniversários

Aniversários de Hoje

Acesso ao CHAT da Casa

              Clique Aqui!

© 2020   Criado por Casa da Poesia*.   Ativado por

Badges  |  Relatar um incidente  |  Termos de serviço