ESQUARTEJAMENTO DO “EU”

In_tensa tristeza incide
“Numa parte de mim que se perdeu”,
Eis que trazia em cada fragmento
A incúria dos penitentes...

Pedaços vazios de ilusões
“Sofridos, encantados, pobres espantalhos”
Esvoaçantes ao sabor dos ventos...

Nada mais importa,
Pois o nó das mágoas,
Eternizando o amanhã,
Pervaga-se sem sonhos,
Sem esperanças, sem lembranças,
Quieto e sombrio,
Quedado dentre os escombros...

Marilândia

Exibições: 12

Comentar

Você precisa ser um membro de Casa da Poesia* para adicionar comentários!

Entrar em Casa da Poesia*

Editora Casa da Poesia

Chegou o Volume 8 da Antologia

 Volume 7 da Antologia!

                VOLUME 6 

    

PARCEIROS

Nas Redes Sociais

                          CLIQUE AQUI

Fotos

  • Adicionar fotos
  • Exibir todos

Aniversários

Acesso ao CHAT da Casa

              Clique Aqui!

Badge

Carregando...

© 2018   Criado por Casa da Poesia*.   Ativado por

Badges  |  Relatar um incidente  |  Termos de serviço

Offline

Vídeo ao vivo