Ela conheceu um poeta

Ela pensou que seria apenas uma transa,

Como de costume, em suas noites de serviço,

Mas encontrou um poeta forasteiro.

Pela primeira vez, em seu íntimo, sentiu

O prazer de ser amada e desejada

Intensamente por algumas horas.

Após entrar na banheira para relaxar,

O poeta tira da sua mochila um caderno

De poesia e começa a recitar para ela:

Das mulheres que conheci, vós fostes

A única capaz de fazer o coração

Do poeta disparar.

Eu vos escrevo em linhas pensativas,

Na dúvida cruel: se devo partir

Ou se me atrevo a ficar.

Jilmar Santos

Exibições: 5

Comentar

Você precisa ser um membro de Casa da Poesia* para adicionar comentários!

Entrar em Casa da Poesia*

Editora Casa da Poesia

         À Venda Antologia

                VOLUME 6 

    

Livros à Venda
CLIQUE AQUI

PARCEIROS

Nas Redes Sociais

                          CLIQUE AQUI

Fotos

  • Adicionar fotos
  • Exibir todos

Vídeos

  • Adicionar vídeo
  • Exibir todos

Aniversários

Aniversários de Hoje

Acesso ao CHAT da Casa

              Clique Aqui!

Badge

Carregando...

© 2018   Criado por Casa da Poesia*.   Ativado por

Badges  |  Relatar um incidente  |  Termos de serviço

Offline

Vídeo ao vivo