Gosto quando vens assim,
Deliberadamente,
Repleto de segundas intenções,
Arrastando os passos,

Como sinal vermelho,
Alertando sobre as coisas do Amor.

Na sandice das minhas ilusões,
Quando a tua mão percebe e toca a minha,
O sim concedido é imensamente maior que o espaço acalorado,
E perfilado,

Entre o teu e o meu corpo.

Em ousadia,
Quando toco as estrelas pousadas em teu olhar lânguido,
Sinto que o céu se curva à dádiva deste encontro,
Tão profundo,
Tão único e Indecifrável...

Assim...
Em extasia.


Feito uma homenagem,
Feito festa em brilho e encantamento,
Honrando ato tão perpétuo,
Tão visceral.


Infinitamente desenhado,

Escrito,

E lapidado,

Pelos teus dedos,
Na folha branca do meu corpo...

Angela Lazzari

(Aos dezesseis dias do mês de Fevereiro de 2020).

Exibições: 29

Comentar

Você precisa ser um membro de Casa da Poesia* para adicionar comentários!

Entrar em Casa da Poesia*

Editora Casa da Poesia

Chegou o

Volume 12 da Antologia 

Volume 9 da Antologia

Volume 8 da Antologia

 Volume 7 

                VOLUME 6 

    

PARCEIROS

ALB/SP

</

Nas Redes Sociais

                          CLIQUE AQUI

Fotos

  • Adicionar fotos
  • Exibir todos

Acesso ao CHAT da Casa

              Clique Aqui!

© 2020   Criado por Casa da Poesia*.   Ativado por

Badges  |  Relatar um incidente  |  Termos de serviço