Ábba

Paterna figura nos embala no colo
Feito criança indefesa nos protege
“Paizinho” Ele nos acaricia como Deus
Que criou, embala e leva no colo!

Digamos-Lhe “Paizinho” com a ternura
Na pureza de uma criança inocente
Púdica no aconchego do Paizinho!
Ávida pelo seu inefável carinho.

Pueril devemos ser nos braços do Senhor
Ninguém vai ao Pai senão como “criança”
Na pureza do seu coração de puro amor!

“ÁBBA”, tratemo-Lo com alegria e inocência
Nos seus átrios como paternal jardim
Gozemos de nossa infância sem carências!

ÁBBA é o Paizinho, que carinho nos dá!
No recato de seu colo nos protege...
Somos eternos meninos de Ábba!

Jose Alfredo

Exibições: 8

Comentar

Você precisa ser um membro de Casa da Poesia* para adicionar comentários!

Entrar em Casa da Poesia*

Editora Casa da Poesia

Chegou o

Volume 12 da Antologia 

Volume 9 da Antologia

Volume 8 da Antologia

 Volume 7 

                VOLUME 6 

    

PARCEIROS

ALB/SP

</

Nas Redes Sociais

                          CLIQUE AQUI

Fotos

  • Adicionar fotos
  • Exibir todos

Aniversários

Aniversários de Hoje

Acesso ao CHAT da Casa

              Clique Aqui!

© 2020   Criado por Casa da Poesia*.   Ativado por

Badges  |  Relatar um incidente  |  Termos de serviço