AMPLIDÃO DOS SONHOS

Nos matizes da existência
“Meus seios estão dormidos”
Em filtros de segredos...

Destarte,
Na lei do Mar onde navego,
Abro os olhos à luz e emudeço...

Livre! Livre para sentir a Natureza
Nas in_visíveis amplidões dos sonhos!

Marilândia

Exibições: 22

Comentar

Você precisa ser um membro de Casa da Poesia* para adicionar comentários!

Entrar em Casa da Poesia*

Editora Casa da Poesia

Chegou o

Volume 12 da Antologia 

Volume 9 da Antologia

Volume 8 da Antologia

 Volume 7 

                VOLUME 6 

    

PARCEIROS

ALB/SP

</

Nas Redes Sociais

                          CLIQUE AQUI

Fotos

  • Adicionar fotos
  • Exibir todos

Acesso ao CHAT da Casa

              Clique Aqui!

© 2020   Criado por Casa da Poesia*.   Ativado por

Badges  |  Relatar um incidente  |  Termos de serviço