Sublinho em todos os textos:
uma frase,
uma palavra,
um pensamento solto,
um olhar envolto,
a observar o todo.

Ouço em todos os textos:
um sussurro,
quase mudo,
inundando o quarto
e num salto
volto a respirar.

Respiro em todos os textos:
o sopro,
a noção do tempo,
a cobrar cada segundo
do olhar que vem;
a palavra que inspira, respira;

transcender o texto,
absorver o tempo,
repensar os muros
da alma,
do pensamento,
e renascer a tempo;

poeta.

Exibições: 35

Comentar

Você precisa ser um membro de Casa da Poesia* para adicionar comentários!

Entrar em Casa da Poesia*

Comentário de Manuela Vieira da Silva em 25 março 2017 às 22:58

Belos versos numa dança rodopiando ao ritmo do coração da poesia. Gostei muito.

Comentário de Zezinha Lins em 24 março 2017 às 23:08

E assim, forma-se um elo perfeito entre o texto e o leitor! Amei! Beijo!

Editora Casa da Poesia

Chegou o Volume 8 da Antologia

 Volume 7 da Antologia!

                VOLUME 6 

    

PARCEIROS

Nas Redes Sociais

                          CLIQUE AQUI

Fotos

  • Adicionar fotos
  • Exibir todos

Acesso ao CHAT da Casa

              Clique Aqui!

Badge

Carregando...

© 2018   Criado por Casa da Poesia*.   Ativado por

Badges  |  Relatar um incidente  |  Termos de serviço

Offline

Vídeo ao vivo