Ah! Quem dera!


Onde a Imortalidade refloresce
O universo conspirasse
Com a influência de eclipse radiante,
Vestindo mistérios taciturnos
A derramar
Melancólicas estrelas da Arte...

Sobretudo,
Quem dera
“Iluminando raios, campinas”
A tua voz presente,
A tua voz ausente,
A tua voz serenizada,
A dourar-me as ilusões
Se fizessem eternas...

Marilândia

Exibições: 10

Comentar

Você precisa ser um membro de Casa da Poesia* para adicionar comentários!

Entrar em Casa da Poesia*

Editora Casa da Poesia

Chegou o Volume 8 da Antologia

 Volume 7 da Antologia!

                VOLUME 6 

    

PARCEIROS

ALB/SP

Nas Redes Sociais

                          CLIQUE AQUI

Fotos

  • Adicionar fotos
  • Exibir todos

Acesso ao CHAT da Casa

              Clique Aqui!

Badge

Carregando...

© 2018   Criado por Casa da Poesia*.   Ativado por

Badges  |  Relatar um incidente  |  Termos de serviço

Offline

Vídeo ao vivo