Estás atrasado.

Nesta espera que me falta,
Medida em sentimentos,
Calculada em versos ausentes.

Estás atrasado.

Nestes segundos que me ferem,
A cada pulsar do tempo,
Em relógio parado.

Estás atrasado.

Um olhar não olha para trás.
Saudade não tem companhia.
Saudade vive só.

Deixa que o tempo morra na ausência.
Que as flechas alcancem o céu taciturno,
Que a vida machuque e exponha a ferida,
Que os olhos cansados abandonem a dor.

Estás atrasado.

A lua não mais espera.

O sonho se cala e não mais amanhece.

A vida diz "até logo".

E a boca...

A boca emudece ao riso...

Angela Lazzari

(Aos vinte e sete dias do mês de Janeiro de 2018).

Exibições: 30

Comentar

Você precisa ser um membro de Casa da Poesia* para adicionar comentários!

Entrar em Casa da Poesia*

Comentário de Angela Regina Lazzari em 28 janeiro 2018 às 13:25

Mestra Maria José! Um privilégio, sempre, a tua vinda! Gratidão! Beijo.

Comentário de maria jose zanini tauil em 28 janeiro 2018 às 10:51

Quanta beleza envolta em mágoa!

Editora Casa da Poesia

 Chegou

o Volume 7 da Antologia!

                VOLUME 6 

    

PARCEIROS

Nas Redes Sociais

                          CLIQUE AQUI

Fotos

  • Adicionar fotos
  • Exibir todos

Aniversários

Acesso ao CHAT da Casa

              Clique Aqui!

Badge

Carregando...

© 2018   Criado por Casa da Poesia*.   Ativado por

Badges  |  Relatar um incidente  |  Termos de serviço

Offline

Vídeo ao vivo