Te quero Assim

Elizabeth Misciasci

Uma taça de vinho
E eu sinto teu gosto.
Malícia é jeito,
De me seduzir.
Te olho de canto
Releio tua história,
Passeio no vento
Te penso aqui.
Conto um conto
Somando as horas
Não espero tuas noites
Reescrevo teus dias!
Passo por passos,
Marcados na areia
Feito sereia que
Canta pra ti.
Resenha em poema
Declama um soneto
No sono me sonhas
Te inspiras enfim...
Que eu sonho teus sonhos
Estoco teus versos,
Pressinto o destino
Te quero assim!
Na cama que deito
Teu corpo é o que busco,
Não nego o desejo,
Aflora o prazer.
Me toma sem medo
Se faz meu inteiro...
Repensa a vida
E Vive por mim!

Exibições: 36

Comentar

Você precisa ser um membro de Casa da Poesia* para adicionar comentários!

Entrar em Casa da Poesia*

Comentário de Elizabeth Misciasci em 20 setembro 2019 às 19:51
Muito obrigada amigos queridos! Admiro muito vocês e fico lisonjeada pelos comentários! Beijos
Comentário de Luiz Mário da Costa em 20 setembro 2019 às 18:29
E nessa seara de belos versos, me senti hipnotizado pelos olhos: E eu sinto teu gosto/Somando as horas" . Brava poeta.
Comentário de maria jose zanini tauil em 9 setembro 2019 às 20:32

Gostoso de ler! Uma sutil e linda sensualidade!

Editora Casa da Poesia

Chegou o

Volume 9 da Antologia 

Volume 8 da Antologia

 Volume 7 

                VOLUME 6 

    

PARCEIROS

Nas Redes Sociais

                          CLIQUE AQUI

Fotos

  • Adicionar fotos
  • Exibir todos

Aniversários

Aniversários de Hoje

Aniversários de Amanhã

Acesso ao CHAT da Casa

              Clique Aqui!

© 2019   Criado por Casa da Poesia*.   Ativado por

Badges  |  Relatar um incidente  |  Termos de serviço