Cânticos de Amor

Nas noites insanas, des_esperadas,
Da carne saudosa
“O Amor bate na porta”

Entretanto,
Embebedada
Num êxtase poético,
A alma já muda,
Há muito tempo morta,
Dorme o sono das profundas seivas,
Erra e sonha pela Eternidade...


Apesar de tudo,
O Amor,
Brilhando na aorta
Ainda inflama as chamas da paixão...

Marilândia

Exibições: 19

Comentar

Você precisa ser um membro de Casa da Poesia* para adicionar comentários!

Entrar em Casa da Poesia*

Comentário de Marilândia marques Rollo em 7 fevereiro 2018 às 11:24

Sinto-me extremamente lisonjeada com seus comentários. Bj. com especial carinho.

Comentário de Genaura Tormin em 7 fevereiro 2018 às 10:57

Que maravilha!
Seus poemas são lindos!
A sensibilidade se solta faceira e o belo se veste de lindíssimo.
Amo o que você escreve.
Um coração desnudo em preces de amor!
E sempre um presente para o leitor.
Beijos da Genaura Tormin!

Editora Casa da Poesia

Chegou o Volume 8 da Antologia

 Volume 7 da Antologia!

                VOLUME 6 

    

PARCEIROS

Nas Redes Sociais

                          CLIQUE AQUI

Fotos

  • Adicionar fotos
  • Exibir todos

Aniversários

Não há aniversários hoje

Acesso ao CHAT da Casa

              Clique Aqui!

Badge

Carregando...

© 2018   Criado por Casa da Poesia*.   Ativado por

Badges  |  Relatar um incidente  |  Termos de serviço

Offline

Vídeo ao vivo