Doloroso Segredo

Tão doloroso,
Tão cruel,
Fazendo brotar in_clementes delírios
Das cruzes dos meus martírios!

É lá que vaga,
Que plangente erra,
Embalsamado
De eternais isolamentos...

E
Quem adentra
Nesse nefasto domínio,
Não sabe, acaso,
Que o mundo, vil e vão, desdenha e odeia...

Marilândia

Exibições: 9

Comentar

Você precisa ser um membro de Casa da Poesia* para adicionar comentários!

Entrar em Casa da Poesia*

Comentário de Marilândia marques Rollo em 12 novembro 2017 às 15:23

Obg. de coração, querida. Feliz por comentário tão generoso. Bjs.

Comentário de Zezinha Lins em 12 novembro 2017 às 13:18

Querida, respirando poesia, sempre. Verdadeiras obras de arte. Parabéns!!!

Editora Casa da Poesia

         À Venda Antologia

                VOLUME 6 

    

Livros à Venda
CLIQUE AQUI

PARCEIROS

Nas Redes Sociais

                          CLIQUE AQUI

Fotos

  • Adicionar fotos
  • Exibir todos

Vídeos

  • Adicionar vídeo
  • Exibir todos

Aniversários

Não há aniversários hoje

Acesso ao CHAT da Casa

              Clique Aqui!

Badge

Carregando...

© 2017   Criado por Casa da Poesia*.   Ativado por

Badges  |  Relatar um incidente  |  Termos de serviço

Offline

Vídeo ao vivo