POEMA

Da literatura o teorema
Ao poeta um dilema
À cultura sistema
Na ponta da pena
Nasce um poema!
Botão que desabrocha
Faz da flor a cabrocha
E no romance arrocha
Fogo em chamas na tocha

Poema, do sonho uma metáfora
Do coração a anáfora
Na alma uma diáfora
Nos olhos do poeta, epífora!

No teorema da poesia
Inspiração igual à revelação

Na concepção versos
Nadam para o útero
Da poesia; Na maresia
A brisa das letras
Ao gênero hétero!

Hétero poema...
És o dilema
Na estrofe, o gênero;
No homo o efêmero!

Jose Alfredo

Exibições: 13

Comentar

Você precisa ser um membro de Casa da Poesia* para adicionar comentários!

Entrar em Casa da Poesia*

Comentário de Angela Regina Lazzari em 13 novembro 2017 às 9:30

Parabéns poeta! Show de escrita! Abraços!

Comentário de Jose Alfredo Evangelista em 6 novembro 2017 às 12:09

Com este poema pretendo promover uma reflexão no universo poético de todos os que escrevem neste Grupo. Jose Alfredo.

Editora Casa da Poesia

 Chegou

o Volume 7 da Antologia!

      À Venda Antologia

                VOLUME 6 

    

PARCEIROS

VEM AÍ !!!

Nas Redes Sociais

                          CLIQUE AQUI

Fotos

  • Adicionar fotos
  • Exibir todos

Aniversários

Não há aniversários hoje

Acesso ao CHAT da Casa

              Clique Aqui!

Badge

Carregando...

© 2018   Criado por Casa da Poesia*.   Ativado por

Badges  |  Relatar um incidente  |  Termos de serviço

Offline

Vídeo ao vivo