Blog de Lucicleide Alves (7)

Recordações

E hoje o dia está frio

Os sonhos fragilizados,

E olho pela janela

Mais tudo parece parado.

Ah não ser uma neblina

Que continua a cair.

E a saudade em meu peito

Parece me distrair.

Surge lembranças antigas

E me vejo uma criança,

Brincando com meus amigos

Em uma grande festança.

De repente estou eu

Numa roda de crianças,

E vovó contando estórias

Ai que bonita lembrança!

Mais olho pela janela

E já sou… Continuar

Adicionado por Lucicleide Alves em 22 julho 2018 às 21:25 — Sem comentários

Minha alma chora

Minha alma chora,

Meu corpo padece,

Meu coração dói,

Minha face se entristece.

Sinto_me cair no chão

Meu corpo amortecido,

Procurando explicação.

E entre as lágrimas insistente

Eu olho pra minhas mãos,

Vejo que estão trêmulas.

E percebo que meu corpo

Também encontra forças

Fico ali sem reação.

Ouvindo meus batimentos,

Pulsando forte em meu peito

Encontra_se meu coração.

Em um inverno tão frio,

Mais ainda saí… Continuar

Adicionado por Lucicleide Alves em 22 julho 2018 às 20:59 — Sem comentários

Amigo

É aquele que te escuta
Quando vem desabafar.
Que te oferece o ombro
Quando começas a chorar.
Que enxugas tuas lágrimas
E também te faz sorrir.
Mais se for preciso diz:
Umas verdades pra ti.
Mesmo que sejas
O que não queiras ouvir.
Pois o verdadeiro amigo
Quer sempre o melhor pra ti.

Cleide Alves

Adicionado por Lucicleide Alves em 22 julho 2018 às 20:37 — Sem comentários

Mãe

É o anjo que Deus enviou

Com uma grande missão,

Gerar uma nova vida

É amar desde a gestação.



E durante nove meses

Vê seu corpo se transformar,

Sentir cada movimento

Ouvir o coração pulsar.



E quando enfim chegar

A hora do nascimento,

Ouvir o primeiro choro

Inesquecível momento.



Cuidar com todo carinho

Sorrir quando tudo está bem,

Chorar quando algo vai mal

É se entusiasmar também.



Viver cada… Continuar

Adicionado por Lucicleide Alves em 12 maio 2018 às 12:13 — Sem comentários

Soneto do grande amor

É imenso e infinito
Que mais parece o mar,
Numa imensidão constante
Na qual eu vivo a sonhar.

Te trago em meu pensamento,
Recordo-te em uma canção,
Te imagino em uma relva,
Preso ao meu coração.

Sereno céu estrelado,
E Nós juntos abraçados
Ouvindo os pássaros entoar.

Uma melodia apaixonante,
Com as estrelas brilhantes,
E nós juntos a se amar.

Cleide Alves

Adicionado por Lucicleide Alves em 7 maio 2018 às 22:04 — Sem comentários

O presente

Pensei em buscar no céu

Impresso pelas estrelas,

Refletidos no luar

E que te inspirasse beleza.



Se fosse como uma brisa

E soprasse o corpo teu,

Reçoasse ao teu ouvido

Um poema que é só meu.



E diz tudo o que eu sinto

E não consigo falar,

Um sentimento que eu

Talvez não saiba expressar.



Pois mesmo que eu mergulhasse

Nas profundezas do mar,

E procurasse um tesouro

Dos mais raros pra te dá.



E… Continuar

Adicionado por Lucicleide Alves em 6 maio 2018 às 20:38 — Sem comentários

Amar é

Amar é estar feliz

Sem conhecer a razão,

É se entristecer

Sem entender o porquê,

É se entusiasmar

Na maneira de pensar,

É silenciar

Sem coragem de falar,

É falar demais

Tentando se expressar,

É tentar esquecer

É não conseguir vencer,

É um sorriso aberto

Quando tudo parece certo,

É uma lágrima a rolar

Quando vem desmoronar,

É um rosto sofrido

Quando o coração é ferido,

É um pensamento confuso

Te… Continuar

Adicionado por Lucicleide Alves em 6 maio 2018 às 20:21 — Sem comentários

Editora Casa da Poesia

 Chegou

o Volume 7 da Antologia!

                VOLUME 6 

    

PARCEIROS

Nas Redes Sociais

                          CLIQUE AQUI

Fotos

  • Adicionar fotos
  • Exibir todos

Aniversários

Acesso ao CHAT da Casa

              Clique Aqui!

Badge

Carregando...

© 2018   Criado por Casa da Poesia*.   Ativado por

Badges  |  Relatar um incidente  |  Termos de serviço

Offline

Vídeo ao vivo