Blog de Angela Regina Lazzari (163)

*À procura d'um poema*

Continuar

Adicionado por Angela Regina Lazzari em 16 fevereiro 2020 às 13:09 — Sem comentários

*Deliberadamente*

Gosto quando vens assim,

Deliberadamente,

Repleto de segundas intenções,

Arrastando os passos,

Como sinal vermelho,

Alertando sobre as coisas do Amor.

Na sandice das minhas ilusões,

Quando a tua mão percebe e toca a minha,

O sim concedido é imensamente maior que o espaço acalorado,

E…

Continuar

Adicionado por Angela Regina Lazzari em 16 fevereiro 2020 às 10:02 — Sem comentários

*A falta que eu me faço*

Nas turbulentas águas que defronto pelo espelho,

Sei que a saudade de mim,

Convida-me à um passeio pelos céus.

Adentro num mundo de sonhos,

Acalentando a alma que nada pretende dizer.

Ouço meu próprio silêncio,

E me encontro em castelos imaginários.

Por entre luas, planetas e sons,…

Continuar

Adicionado por Angela Regina Lazzari em 24 novembro 2019 às 12:00 — Sem comentários

*Quase uma Prece*

Guardo na boca silenciada,

Este encanto serviçal,

- e meigo,

De aprofundar em minh’alma,

A profundidade dos mistérios inimagináveis,

- que migram soltos por aí.

Rendo-me na perspectiva de alcançar os céus,

Embriagando-me em enigmático regozijo,

De viver entrelaçada entre tantas…

Continuar

Adicionado por Angela Regina Lazzari em 14 novembro 2019 às 10:17 — 1 Comentário

*Desnorteio*

Nem sempre o falar, basta.

Alguns verbos permanecem calados,

Na calada da noite,

E às vezes, paira no ar denso,

Verdades que não mais são necessárias.

Parte de mim cochicha aos meus ouvidos,

- (ligando o sonho à realidade...)

Recordando-me o pacto de amorosidade que fiz há tempos,

Dentro de…

Continuar

Adicionado por Angela Regina Lazzari em 13 novembro 2019 às 11:00 — Sem comentários

*O presente mais doce*

Devo falar do que não sei?

Devo despir-me dos trejeitos

- e meios,

- que a sorte me retira?

Ando lendo meu olhar com mais profundidade...

Ando me agarrando nas paredes frias,

- por segundos a fio...

Esvazio minhas gavetas,

Tão mal arrumadas,

Que contém fiapos a perder de…

Continuar

Adicionado por Angela Regina Lazzari em 10 novembro 2019 às 14:34 — 2 Comentários

*Amor: Duas vogais; Duas consoantes*

Fico estirada no vazio, que pesa;

Sem ter bagagens, de mãos ocas,

Tento distribuir apenas o pão e o vinho,

Nesta liturgia não mais sagrada.

Contorço-me neste inverno que não chega,

Numa geleira que conserva este corpo,

Que há tempos,

Parece já ter ido…

Continuar

Adicionado por Angela Regina Lazzari em 10 novembro 2019 às 11:30 — 2 Comentários

*Sem Pedir Permissão*



Sem pedir permissão,

Permito-me brincar,

- Por leviandade,

Dentro da firmeza do teu olhar.

Entro,

- Por inteiro,

Em tuas brincadeiras arrepiantes,

- Calando-me,

-(como se preciso fosse),

No momento exato do teu delírio.

Sem resistência ao teu íntimo perspicaz,

Sondo pelas…

Continuar

Adicionado por Angela Regina Lazzari em 3 novembro 2019 às 20:41 — 2 Comentários

*Importa que seja Dia ou Noite? *

Corpo tingido de vinho tinto

- sorvido em taça de cristal

- acariciada em sua borda,

- refletindo sons da minha música favorita:

- Tua boca soltando ferocidades.

Adormeço embriagada de imagens,

- Tuas,

- Vontades nuas.

Prato ao lado,

- De morangos silvestres,

- Que afagam…

Continuar

Adicionado por Angela Regina Lazzari em 28 outubro 2019 às 23:23 — Sem comentários

*Percepções*

Aborto pelo caminho

negritudes imensas

que outrora manchavam as minhas cores .

A alegria se solta

- meio cambaleante, ainda,

E levemente alço voo ao que não me ilude.

A realidade é o que fica.

E a imensidão de tudo o que aqui deixas,

- Aos poucos - sem ser pouco –

- Nutre meus…

Continuar

Adicionado por Angela Regina Lazzari em 28 outubro 2019 às 12:40 — Sem comentários

*Côncavo e Convexo*

Nas palmas de tuas mãos,

mistérios talhados pela noite

quando assaz me olhas

em estado onírico

e em murmúrios me encontras.

Não sem querer,

ao assaltares meus lábios frementes,

o contorno de minha retina suspira pulsares.

O rasgar do corpo

o prorromper da alma

trazendo sismos…

Continuar

Adicionado por Angela Regina Lazzari em 27 outubro 2019 às 15:55 — Sem comentários

* Êxtase em Euforia *

Tamanho êxtase é este,

Que de tuas mãos brotam.

É a pele.…

Continuar

Adicionado por Angela Regina Lazzari em 25 outubro 2019 às 22:08 — Sem comentários

*Embriaguez*

Sorvo cada pedaço teu,

- Presente em toda palavra tua,

- Entrecortada em teu gesto insinuado.

Vens assim,

- Em nuas vontades,

Letra por letra,

- Enlaçando meu abraço,

- Roubando todos os meus lados.

Leio e releio,

- As tuas intimidades.

- A cada pausa,

- Em cada suspiro…

Continuar

Adicionado por Angela Regina Lazzari em 3 outubro 2019 às 23:58 — Sem comentários

*Ao teu domínio*

Decerto a solidão amanhece,

E retenho em minha escrita voraz,

Este fogo febril,

- Tirado da tua língua acesa.

Guardo em meu corpo,

Tua insanidade que me mantém cativa.

- Ao teu domínio,

- Ao teu poder.

Tu podes me alcançar,

Entre gestos fortes,

- Delirantes,

Saboreando os meus…

Continuar

Adicionado por Angela Regina Lazzari em 2 outubro 2019 às 12:16 — Sem comentários

*Sangra e Vive (todos os dias)* - (II)

Colho estes pequenos pedaços,

Esparramados em outono cinzento.

Há de se ter palavras doces,

Meu Universo.

- Meu encantamento.

Na breve soleira do viver infindável,

Deixo-me em viço, florescer.

Derramo, na fé,

Espera intragável.

Sangra a felicidade,

- Todos os dias.

Minha alma…

Continuar

Adicionado por Angela Regina Lazzari em 23 setembro 2019 às 12:10 — Sem comentários

* À Mercê*

Há sentimentos presos em minha pele,

Revestida de luares e sol.

Luz encarnada de ventos,

E mistérios jamais desvendados.

Encantos inaudíveis, coloridos,

Soltos à mercê,

Nas margens incongruentes de cada esquina onde passo.

Sei da precariedade deste espaço,

Silencioso,

E da festa de pássaros a entoar…

Continuar

Adicionado por Angela Regina Lazzari em 12 setembro 2019 às 19:59 — 1 Comentário

*Por vezes, ser mar...*

Sinto o vento,

Nas alamedas calcadas de silêncio...

Rompo a distância nas areias da praia,

Sendo o tempo o embalo suave que desalinha meus cabelos

Ondulados pelas águas, cristalinas e doces,

A crescerem ao léu e a se perderem no horizonte...

Por vezes, ser mar...

Neste embalo melancólico que…

Continuar

Adicionado por Angela Regina Lazzari em 3 setembro 2019 às 13:57 — Sem comentários

*Sagrado*

Do lado oposto do silêncio,

- Tão meu companheiro,

É Sagrado vislumbrar o toque de mãos cálidas,

Que sustentam esta forma ardente e voraz,

De sobreviver...

Presas estão as promessas veladas,

Sussurradas ao som da meia noite,

Quando o corpo descansa em lençóis emaranhados.

Devoro todos os…

Continuar

Adicionado por Angela Regina Lazzari em 19 agosto 2019 às 12:20 — Sem comentários

*Pedaços*

Meus pedaços,

Aqueles que restam e que voam entre as minhas pupilas,

Marcam essa minha incerteza,

De saber se os pássaros regressarão,

Ou não.

Enquanto o tempo,

Dentro dessa incógnita,

Puder acordar, relembrando nomes e alguns rostos,

A visão apela por virar a página,

Ler outras…

Continuar

Adicionado por Angela Regina Lazzari em 18 agosto 2019 às 14:45 — Sem comentários

*Poema da Alma*

Certas coisas não cabem no peito.

E cansa-me toda inútil e vã filosofia.

Minha ausência é tão infinita,

Que a dor pediu passagem.

No labirinto dos meus passos,

Que sequer atingem os teus calcanhares,

Não poderás, jamais,

Calçar os meus sapatos.

Tudo é eternamente errado.

Cansativo.…

Continuar

Adicionado por Angela Regina Lazzari em 18 agosto 2019 às 13:57 — Sem comentários

Editora Casa da Poesia

Chegou o

Volume 9 da Antologia 

Volume 8 da Antologia

 Volume 7 

                VOLUME 6 

    

PARCEIROS

Nas Redes Sociais

                          CLIQUE AQUI

Fotos

  • Adicionar fotos
  • Exibir todos

Aniversários

Não há aniversários hoje

Acesso ao CHAT da Casa

              Clique Aqui!

© 2020   Criado por Casa da Poesia*.   Ativado por

Badges  |  Relatar um incidente  |  Termos de serviço