Todas as mensagens do blog (2,068)

Aldravia I

pimenta
dos
outros
meus
olhos
refrescam

Adicionado por Francisco Ferreira em 18 novembro 2016 às 8:06 — Sem comentários

MÃO A MÃO

MÃO A MÃO



Não se traduz amor em poesia

Tanto quanto amizade enreda prosa...

A vida pode ser maravilhosa,

Se caminharmos juntos algum dia.



Dá cá a tua mão... Sê minha guia!...

Mesmo distante a aurora que o olhar goza,

Nossos passos na estrada pedregosa

Deixam pegadas p'la poeira vazia.



A vida apenas segue sem chegar;

A morte não é meta: Cerra o olhar!...

E andamos mão a mão até aqui.



O vento apagará rastros na… Continuar

Adicionado por Ricardo Cunha em 17 novembro 2016 às 15:29 — Sem comentários

DO PRODUTOR AO CONSUMIDOR

Adicionado por maria jose zanini tauil em 17 novembro 2016 às 13:15 — Sem comentários

VOOS ANELANTES

VOOS ANELANTES…

Continuar

Adicionado por Marilândia marques Rollo em 17 novembro 2016 às 10:00 — Sem comentários

VIDA E POESIA (DUETO)

VIDA E POESIA

No intervalo…

Continuar

Adicionado por Marilândia marques Rollo em 17 novembro 2016 às 9:57 — 2 Comentários

*Contrariando o Tempo*

Visceral amor tatuado em tua retina,

Natureza prodigiosa, sôfrega, distanciada.

Tempo tormentoso.

Sentimento arrebatado em asas de fogo.

Brasa que abrasa no encontro do mais puro…

Continuar

Adicionado por Angela Regina Lazzari em 17 novembro 2016 às 9:04 — Sem comentários

Paixão

Paixão

 

Este teu olhar cintilante

Inebriou-me ao desnudar

Meu ser com desejos

Ardentes e arredio

Despertando-me

Um fascínio

Ao sentir o doce mel

De teus lábios

O calor do teu abraço

A me envolver

Uma sintonia

Transcende nossos corpos

Com sussurros

Toques

Sedução

Levando-nos ao delírio

No entrelace de nossos

Segredos

Numa paixão…

Continuar

Adicionado por Vânia Maria de Souza em 17 novembro 2016 às 6:52 — 2 Comentários

EROS E TÂNATOS

EROS E TÂNATOS

Sinto na boca o gosto já dá morte.

Sinto-o meu sangue vindo das entranhas...

A mente se me perde ideias estranhas

E após morrer de amor, viver sem sorte...

Passo sem que ninguém mais me conforte

Em meio às minhas falas mais tacanhas.

Levado só por manhas e artimanhas,

Ao modo de quem faz da paixão esporte.

Do amor os infortúnios só eu tive...

E a vida corre como por penhascos

Um córrego que a quedas sobrevive...

Da…

Continuar

Adicionado por Ricardo Cunha em 16 novembro 2016 às 12:48 — Sem comentários

SILÊNCIO SOLUÇANTE

SILÊNCIO SOLUÇANTE

Mimetizo em…

Continuar

Adicionado por Marilândia marques Rollo em 16 novembro 2016 às 12:00 — Sem comentários

POEMINI

POEMINI

Desoladas…

Continuar

Adicionado por Marilândia marques Rollo em 16 novembro 2016 às 9:49 — Sem comentários

POEMINI

POEMINI

Desoladas…

Continuar

Adicionado por Marilândia marques Rollo em 16 novembro 2016 às 9:49 — Sem comentários

POEMINI

POEMINI

Nos meus…

Continuar

Adicionado por Marilândia marques Rollo em 15 novembro 2016 às 20:24 — Sem comentários

DELÍRIOS

DELÍRIOS

Ínfimos…

Continuar

Adicionado por Marilândia marques Rollo em 15 novembro 2016 às 17:00 — Sem comentários

Apenas Meu Coração

com som

Se ainda há noite em mim…

Continuar

Adicionado por Waulena d'Oliveira Silva em 15 novembro 2016 às 2:49 — Sem comentários

Eu, lógico... (Inspirada em Logical Song de Roger Hodgson do Supertramp)

Logical Song é uma canção escrita por Roger Hodgson, líder da banda "Supertramp".

É uma música linda como todas que eles faziam. Essa, em particular, me inspirou em certo momento. O resultado é esse poema...

Eu, lógico...

Eu eu aqui, ausente de mim

Manuseando palavras

- Ferramentas do poeta

(Aquele que dizem que sou)

Compenetrado na inspiração

Tentando não…

Continuar

Adicionado por Renato Baptista em 14 novembro 2016 às 17:22 — 1 Comentário

REVIVIDOS SONHARES

REVIVIDOS SONHARES…

Continuar

Adicionado por Marilândia marques Rollo em 14 novembro 2016 às 17:04 — Sem comentários

Vagalhões (Indriso n° 01)

Nos mares de hoje
revolta maré
não são os mares de antes.
 
A vaga que voga
(re)volta e vai...…
Continuar

Adicionado por Francisco Ferreira em 14 novembro 2016 às 10:10 — Sem comentários

Divagando

Divagando

 

Divagando em teu olhar

Levaste-me a um mundo

De mistérios

Suspiros

Encanto

Sedução

Sinto o doce mel

Dos lábios teu

Desatinos

Despertam

Lampejos de carinhos

Aguçando a intimidade

Dos nossos corpos

Que desfalecem

Exauridos

Ao desnudar

O doce mistério

Da paixão.

 

Vânia Maria de Souza…

Continuar

Adicionado por Vânia Maria de Souza em 13 novembro 2016 às 22:30 — Sem comentários

VIAGEM À FELICIDADE

VIAGEM À FELICIDADE

Embriagada e…

Continuar

Adicionado por Marilândia marques Rollo em 13 novembro 2016 às 18:53 — Sem comentários

TRAMAS DO DESTINO

TRAMAS DO DESTINO

Volúveis…

Continuar

Adicionado por Marilândia marques Rollo em 13 novembro 2016 às 9:00 — Sem comentários

Arquivos mensais

2019

2018

2017

2016

2015

2014

2013

2012

2011

2010

1999

Editora Casa da Poesia

Chegou o

Volume 9 da Antologia 

Volume 8 da Antologia

 Volume 7 

                VOLUME 6 

    

PARCEIROS

Nas Redes Sociais

                          CLIQUE AQUI

Fotos

  • Adicionar fotos
  • Exibir todos

Acesso ao CHAT da Casa

              Clique Aqui!

© 2019   Criado por Casa da Poesia*.   Ativado por

Badges  |  Relatar um incidente  |  Termos de serviço

Offline

Vídeo ao vivo