setembro 2017 Posts no Blog (56)

Sobre Um Sábado Comum

Adicionado por Lu Barreiro em 30 setembro 2017 às 21:00 — Sem comentários

No dia em que morri (conto)





Morri em solidão, na tempestade. Uma chuvarada de sentimentos que se diluíram ao som de novas luzes, ainda com feridas por cicatrizar. Fim da estrada, uma leve chama a incinerar papéis invisíveis onde foram assinalados fatos marcantes da minha vida.

Acordei em novas cores, perdi…

Continuar

Adicionado por maria jose zanini tauil em 30 setembro 2017 às 19:00 — Sem comentários

DES_CAMINHOS

Adicionado por maria jose zanini tauil em 29 setembro 2017 às 23:59 — Sem comentários

Preparação para a valsa da primavera

Adicionado por maria jose zanini tauil em 22 setembro 2017 às 20:00 — Sem comentários

Poema

Elétrico

Correm os dias, meu corpo permanece tenso,

O Sol brilha mais a cada dia.

Na penumbra da noite, as portas abertas,

Recebem o ar fresco da primavera.

Ouço os grilos a serrilhar, sonora noite,

E tudo são possibilidades infinitas.

E cada dia é a prova viva, louca vida,

Dos segredos que encerra.

A tensão que percorre excitante, testosterona,

O corpo nu denuncia.

Desejos que falam sem palavras, sem sons,

Da imagem de seus olhos…

Continuar

Adicionado por Alessandro Diniz da Silva em 21 setembro 2017 às 20:39 — Sem comentários

CANÇÃO DE PRIMAVERA

Adicionado por maria jose zanini tauil em 21 setembro 2017 às 20:30 — Sem comentários

Bula de poesia

Adicionado por maria jose zanini tauil em 20 setembro 2017 às 18:29 — Sem comentários

Redondilha maior

Adicionado por ARMANDO MUNIZ POETA em 20 setembro 2017 às 13:30 — 1 Comentário

*Paixão* - Prosa Poética





Nada levo de especial em minha bagagem.

Dentro dela, apenas sombras,

Que já não me servem mais.

Sozinha na estação do meu próprio caminhar,

Á espera do trem como um pequeno milagre,

Vejo-me sentada num banco…

Continuar

Adicionado por Angela Regina Lazzari em 19 setembro 2017 às 16:00 — Sem comentários

Prodígio natural

Adicionado por maria jose zanini tauil em 19 setembro 2017 às 0:30 — Sem comentários

Constatações

E depois de tanto refletir sobre o comportamento dos medíocres, hoje encontrei duas definições:
1 "Você pode sair da pobreza, o difícil é a pobreza sair de você!"
2 "Pobre é assim: nunca come melado e quando come se lambuza."
Pior... lambuza até não poder mais!
Jamais faria na casa da pessoa o que ela faz na minha!
*Minha definição de pobreza não está relacionada à falta de dinheiro, e sim de princípios morais e de caráter!

LuBarreiro

Adicionado por Lu Barreiro em 18 setembro 2017 às 20:43 — Sem comentários

(DES) MOTIV (A) ÇÃO

Adicionado por maria jose zanini tauil em 16 setembro 2017 às 23:30 — Sem comentários

TE PROMETO...

Te prometo...



Te prometo

O abraço aperto

O beijo molhado

O olhar enamorado....



Te prometo

O corpo que arde

O desejo latejante

O prazer pungente....



Te prometo

O amor que conforta

O coração que abriga

O sorriso que acolhe...



Te prometo

O desejo insistente

O carinho que seduz

O apoio que ampara...



Te prometo

O toque que aquece

O cheiro que inebria

O silêncio que… Continuar

Adicionado por Elaine S Santos em 16 setembro 2017 às 11:46 — Sem comentários

Amorosos silêncios

Adicionado por maria jose zanini tauil em 15 setembro 2017 às 19:30 — Sem comentários

AMIGOS

Amigos são como flores que perfumam nossa vida, existem aqueles que nunca vemos, mas sabemos que estão ali, aqueles com quem falamos todos os dias, mas não conhecemos pessoalmente, e aqueles que conhecemos e estamos às vezes perto e às vezes longe.

O importante é que acabamos por formar uma grande família, e seguimos juntos nesse trem chamado vida onde uns ficam pelo caminho, outros nos deixam pra ir morar com Deus, mas não saem dos nossos corações, outros permanecem conosco trilhando…

Continuar

Adicionado por Reny Lima Untone em 15 setembro 2017 às 13:03 — Sem comentários

ALMA TRANSPARENTE

Reluzente, que brilha no anoitecer permanece com sua luz até o alvorecer, que traz a marca da felicidade, com pureza e bondade, e deixa tudo a mostra, que nada esconde, que reluzente posta a sua dimensão.

Alma transparente ,que por vezes se feriu, sentiu a maldade que um dia a atingiu

Mas com sua pureza, costurou seus estragos, com colcha de retalhos juntando os farrapos tornando-os coloridos.

Tens a marca da saudade, tens cicatrizes da maldade, tens a fé e a caridade, que faz…

Continuar

Adicionado por Reny Lima Untone em 15 setembro 2017 às 13:01 — Sem comentários

A LUZ DE VELAS

Enfeitei nossos caminhos com pétalas de rosas amarelas e vermelhas, coloquei a mesa com grande alegria um delicioso jantar, acendi as velas perfumadas e olhando seu semblante sob a luz, senti um arrepio delicioso quando delicadamente tocou meu rosto com uma pétala amarela e fez acender a chama ardente do desejo.

Com beijos escorregadios e toques quentes nos amamos sem pudor e receio ate esgotados os desejos e a alma tornar-se leve flutuando nas nuvens da ânsia saciada, ficamos juntos…

Continuar

Adicionado por Reny Lima Untone em 15 setembro 2017 às 13:00 — Sem comentários

SHOW DO AMANHECER. .

Show do amanhecer. ..



Todo dia é assim um espetáculo

A se ver com um belo

E imenso amanhecer

Enfeitando o nosso viver...



O sol devagarinho nasce

Vindo nos mostrar

A beleza e simplicidade

De com ele acordar...



Seus raios incandescentes

Logo vem nos despertar

Avisando que uma nova chance

Veio para nos renovar...



Cada dia que nasce

É uma oportunidade

Para refazer tudo aquilo

Que nos faz querer… Continuar

Adicionado por Elaine S Santos em 15 setembro 2017 às 8:58 — Sem comentários

Angústia das horas

Adicionado por maria jose zanini tauil em 14 setembro 2017 às 20:44 — Sem comentários

PEDIDO

PEDIDO...



Me faça sonhar

A cada amanhecer

Que ao teu lado eu acordar

Sentindo nosso amor no ar...



Me faça feliz

A cada instante

Que com um gesto gentil

Um simples carinho você fizer ...



Me faça apaixonada

Com suas doces palavras

Pronunciadas nos momentos

De sôfrega e ardente paixão ...



Me faça sorrir

Nas horas de maior tensão

E quebrar todo mal estar

Fazendo nossa cumplicidade… Continuar

Adicionado por Elaine S Santos em 14 setembro 2017 às 12:07 — Sem comentários

Arquivos mensais

2018

2017

2016

2015

2014

2013

2012

2011

2010

1999

Editora Casa da Poesia

Chegou o Volume 8 da Antologia

 Volume 7 da Antologia!

                VOLUME 6 

    

PARCEIROS

Nas Redes Sociais

                          CLIQUE AQUI

Fotos

  • Adicionar fotos
  • Exibir todos

Acesso ao CHAT da Casa

              Clique Aqui!

Badge

Carregando...

© 2018   Criado por Casa da Poesia*.   Ativado por

Badges  |  Relatar um incidente  |  Termos de serviço

Offline

Vídeo ao vivo