neucivaldo dos santos moreira
  • Masculino
  • santarém
  • Brasil

Amigos de Neucivaldo dos santos moreira

  • Ro Fontana
  • Manuela Vieira da Silva

Presentes recebidos

Presente

neucivaldo dos santos moreira ainda não recebeu nenhum presente

Dar um presente

 

Página de neucivaldo dos santos moreira

Informações do Perfil

Você é escritor ou leitor?
Escritor
Escreva algumas referências suas na internet com endereços corretos para que seu cadastro seja liberado mais rapidamente... Blog, Facebook, etc...
http://poemasdoneucivaldo.blogspot.com.br/
https://www.facebook.com/profile.php?id=100013194765592
Como chegou à Casa da Poesia?
Facebook

Palavras de lágrimas

Palavras escondidas
Palavras para não serem ditas.
Palavras malditas.
Mal ditas,
Possuídas,
Poluídas,
Contorcidas.
Palavras ocultadas, ousadas…
Mas são só palavras,
Não tecidas.
Palavras proibidas
Palavras sofridas
Busco outras palavras, raras, delicadas…
Esqueça os rancores feitos de palavras amedrontadas, palavras de lágrimas.
Use palavras suas; nuas de ódio, temor…
Quero palavras de amor.
Palavras que não causam dor.
Palavramor.

Blog de Neucivaldo dos santos moreira

Paixão de Pedra

Postado em 4 abril 2017 às 23:31 0 Comentários

PAIXÃO DE PEDRA

Face oculta da paixão que arde
queima,
pedra,
parte.
Oh, impiedosa chama,
que esse peito teima,
clama
e ama.

Poema para Vinícius

Postado em 5 janeiro 2017 às 17:35 1 Comentar

Poema para Vinícius

Preciso fazer um poema

que não seja tormento,

que não seja lamento,

Poema, poema vida,

poema vivo, poema amor.

 

Preciso fazer um poema

que não seja pranto,

que não seja desencanto.

Poema, poema arte,

poema tudo, poema parte.

 

Preciso fazer um poema

que não seja ilusão,

que não seja sufocação.

Poema, poema ardor,

poema benção, poema…

Continuar

DESDÉM

Postado em 20 dezembro 2016 às 21:38 0 Comentários

Desdém

 

Caminho na tua estrada.
Tropeçar nas curvas é castigo;
O meu corpo apedrejado se faz cansado.


És tirano !


Da paisagem, nada importa !
Só a chuva que dos meus olhos caem pelos caminhos.
E você como as copas das árvores,
soberano, desumano...
és tirano.

TEMPO DE POEMA

Postado em 15 dezembro 2016 às 20:27 0 Comentários

Tempo de poema

Há tempo para um novo poema

Tempo de sair das lágrimas

Mergulhar na vida que solta escorre.

Tempo de sair de onde quer ficar

Tempo de ir

Rir do que foi

Do que ser

Do que será

Num tempo de consciência.

Sempre há tempo para um novo poema

Talhar a pedra bruta da vida

Moldar a vida

Moldar à vida

Mudar a…

Continuar

Caixa de Recados (1 comentário)

Você precisa ser um membro de Casa da Poesia* para adicionar comentários!

Entrar em Casa da Poesia*

Às 18:14 em 7 novembro 2016, Ro Fontana disse...

Belíssimo!

 
 
 

Editora Casa da Poesia

 Chegou

o Volume 7 da Antologia!

      À Venda Antologia

                VOLUME 6 

    

PARCEIROS

VEM AÍ !!!

Nas Redes Sociais

                          CLIQUE AQUI

Fotos

  • Adicionar fotos
  • Exibir todos

Aniversários

Não há aniversários hoje

Acesso ao CHAT da Casa

              Clique Aqui!

Badge

Carregando...

© 2018   Criado por Casa da Poesia*.   Ativado por

Badges  |  Relatar um incidente  |  Termos de serviço

Offline

Vídeo ao vivo