Veronica Souza
  • Feminino
  • Curitiba, Parané
  • Brasil

Presentes recebidos

Presente

Veronica Souza ainda não recebeu nenhum presente

Dar um presente

 

Página de Veronica Souza

Informações do Perfil

Você é escritor ou leitor?
Escritor
Escreva algumas referências suas na internet com endereços corretos para que seu cadastro seja liberado mais rapidamente... Blog, Facebook, etc...
https://www.facebook.com/Veronicaxoxo401
Como chegou à Casa da Poesia?
Google

Blog de Veronica Souza

Sombra

Postado em 28 julho 2018 às 17:30 0 Comentários

Sombra

Se eu quisesse, poderia conhecer

Diversos corpos quentes, que buscam um par de ouvidos

Mas nem que conhecesse todos

Nunca serei o bastante, nunca serei

Nunca farei parte dos demais

O meu lugar na terra foi roubado

Por um esboço do caos que deixei

Quando me instalei nas vidas de quem amei

A verdade é que meu tempo na terra não perdura

Tanto quanto minha teimosia

"Prerrogativa de uma mulher bela como tu és"

Se eu…

Continuar

Décimo andar

Postado em 22 novembro 2017 às 21:05 0 Comentários

No banheiro
Do décimo andar
Do alta da janela
Na ponta dos pés
"Desce, meu bem
Você merece paz"

O esguichar já dói
Queimando minhas costas
Mas já não ligo

minha pele já avermelhada
Ligo os pontos
No meu tecido sardoso

Do décimo andar
Tudo parece pequeno
Pessoas miúdas, correndo

Do décimo andar
Observo
Do alto da minha torre
De babel
Queimando minhas costas

Amor De Marte

Postado em 4 novembro 2017 às 20:00 0 Comentários

Que vem de Marte
Amar-te irei
Impulsionado pelas forças marcianas
Seco, árido e avermelhado.
Num céu, repleto de estrelas
longe de todo monóxido de carbono.

Na nossa realidade
De respiração anelar
Distante, parece...
Oxigênio corrosivo, destruindo nossas células
Quisera ser unicelular
Uma esponja, no fundo do mar.
Em Marte, não há mar
Na Terra, não amar
Questionou fúnebre moça, um romance interplanetar...

Transbordei

Postado em 29 outubro 2017 às 22:34 0 Comentários

Te dei
Te dei de menos
Recebi demais
Até mais, te dei
Perdoa-me

Te dei o que eu pude
Como um copo de areia, no deserto
Com teu amor, transbordei
E afundas-te
Em areia movediça

Caixa de Recados

Você precisa ser um membro de Casa da Poesia* para adicionar comentários!

Entrar em Casa da Poesia*

  • Sem comentários por enquanto!
 
 
 

Editora Casa da Poesia

Chegou o Volume 8 da Antologia

 Volume 7 da Antologia!

                VOLUME 6 

    

PARCEIROS

Nas Redes Sociais

                          CLIQUE AQUI

Fotos

  • Adicionar fotos
  • Exibir todos

Aniversários

Aniversários de Amanhã

Acesso ao CHAT da Casa

              Clique Aqui!

Badge

Carregando...

© 2018   Criado por Casa da Poesia*.   Ativado por

Badges  |  Relatar um incidente  |  Termos de serviço

Offline

Vídeo ao vivo