Luana C. Moura
  • Feminino
  • São Paulo, SP
  • Brasil

Amigos de Luana C. Moura

  • Ro Fontana

Presentes recebidos

Presente

Luana C. Moura ainda não recebeu nenhum presente

Dar um presente

 

Página de Luana C. Moura

Últimas atividades

maria jose zanini tauil comentou a postagem no blog Solidão de Ouro de Luana C. Moura
"Verdade!Há solidões escolhidas e necessárias. Um abraço!"
9 Abr
maria jose zanini tauil comentou a postagem no blog Indiferença de Luana C. Moura
"Lindo!"
9 Abr

Informações do Perfil

Você é escritor ou leitor?
Escritor
Escreva algumas referências suas na internet com endereços corretos para que seu cadastro seja liberado mais rapidamente... Blog, Facebook, etc...
Blog:
https://meuportfoli-o.blogspot.com.br/
Luso-Poemas:
http://www.luso-poemas.net/modules/yogurt/index.php?uid=19557
Como chegou à Casa da Poesia?
Amigos

Blog de Luana C. Moura

Indiferença

Postado em 6 abril 2018 às 16:19 1 Comentar

A princípio tudo era flor
e com o ardor do amor,
nós abríamos o coração.

A princípio tudo era empatia
todo mundo se entendia,
até a primeira decepção.

E então tudo se tornou espinhos
e passamos a ficar quietinhos,
guardando toda a aflição.

Eis que toda a indeferença
foi decretando uma sentença,
de eterna solidão...

Solidão de Ouro

Postado em 6 abril 2018 às 16:18 1 Comentar

Doei meu coração em vão,

Nessa imensidão vazia que tudo vejo.

Imensidão vazia, não, cheia de solidão,

e de profundos arquejos...

Arranco espinhos e espero as flores,

Daqui em diante, colherei desamores.

Monocromáticas tornam-se as cores,

e insípidas as minhas dores.

Que seja dito, claramente

Pulei de um precipício,

Em que caio ávidamente

No vazio do princípio.

Nas entrelinhas se observa

Minha solidão amargurada,…

Continuar

Olhar e Ver

Postado em 6 abril 2018 às 16:16 0 Comentários

Notamos a linha,
os detalhes e traços,
Mas não notamos o laço
que a vida nos dá.

Por entre vidas e esquinas,
Não notamos as dores
Que pesam no peito,
E tornam-se clamores.

Os céus estrelados,
Mas que imensidão sem fim!
Será que já notei a tristeza
Que esconde esses confins?

Não, nós olhamos mas não vemos,
De fato, estamos todos enlaçados,
Pelo olhar insípido que mantemos…

Romeu e Julieta

Postado em 25 outubro 2016 às 15:27 4 Comentários

Julieta~

Oh, meu Romeu!

Nem teus olhos aprecio

Neste profundo breu

de desviveres insípios

Em que o…

Continuar

Caixa de Recados

Você precisa ser um membro de Casa da Poesia* para adicionar comentários!

Entrar em Casa da Poesia*

  • Sem comentários por enquanto!
 
 
 

Editora Casa da Poesia

 Chegou

o Volume 7 da Antologia!

                VOLUME 6 

    

PARCEIROS

Nas Redes Sociais

                          CLIQUE AQUI

Fotos

  • Adicionar fotos
  • Exibir todos

Aniversários

Acesso ao CHAT da Casa

              Clique Aqui!

Badge

Carregando...

© 2018   Criado por Casa da Poesia*.   Ativado por

Badges  |  Relatar um incidente  |  Termos de serviço

Offline

Vídeo ao vivo