Ana Pires Brandau
  • Feminino
  • Sehnde,
  • Alemanha

Presentes recebidos

Presente

Ana Pires Brandau ainda não recebeu nenhum presente

Dar um presente

 

Página de Ana Pires Brandau

Últimas atividades

maria jose zanini tauil comentou a postagem no blog Lembranças outonais de Ana Pires Brandau
"Simplesmente, lindo!!!!!"
21 Mar
maria jose zanini tauil comentou a postagem no blog Outono de Ana Pires Brandau
"Amo o cenário outonal! Inspirador para os poetas!"
21 Mar
Paula Belmino comentou a postagem no blog Tempo de Ana Pires Brandau
"Muito lindo, amor de imagem, versos que exalta a natureza"
14 Nov, 2017
Angela Regina Lazzari comentou a postagem no blog Tempo de Ana Pires Brandau
"Perfeito Ana!! Lindo demais! Beijos."
13 Nov, 2017
Zezinha Lins comentou a postagem no blog Tempo de Ana Pires Brandau
"Uau! Que lindo!! Beijos poéticos, querida!"
12 Nov, 2017
Luiz Mário da Costa comentou a postagem no blog Poemini 02 - Ana Pires Brandau de Ana Pires Brandau
"Oi Ana DDesabrochar para o poemini. Que bom viu."
28 Out, 2017
Marilândia marques Rollo comentou a postagem no blog Relicário de Ana Pires Brandau
""Relicário de lembranças" em soberbo versejar. Bjs."
20 Out, 2017
Marilândia marques Rollo comentou a postagem no blog Inquietude de Ana Pires Brandau
"Suprema "Inquietude" traduzida em raros versos. Bjs."
20 Out, 2017

Informações do Perfil

Você é escritor ou leitor?
Escritor
Escreva algumas referências suas na internet com endereços corretos para que seu cadastro seja liberado mais rapidamente... Blog, Facebook, etc...
Facebook
https://www.facebook.com/ana.pires.739978
Como chegou à Casa da Poesia?
Amigos

Blog de Ana Pires Brandau

Caminhada

Postado em 19 maio 2018 às 14:43 0 Comentários

Outono

Postado em 21 março 2018 às 12:52 2 Comentários

Lembranças outonais

Postado em 21 março 2018 às 12:49 2 Comentários

Luciana

Postado em 11 fevereiro 2018 às 12:17 0 Comentários

Luciana

O sol de verão brilhava no azul do céu da pequena cidade naquela manhã. Luciana

pensava em como a natureza era linda.

De repente, um grito de pedido de ajuda agitou aquela manhã! Luciana se precipitou portão afora, tentando saber o que ocorria. Se deparou com a vizinha que deseperada, pedia ajuda para sua mãe que se esvaía em sangue! Naquele bairro de periferia, pobre, não haviam telefones e táxis passavam longe, preferindo circular em ruas com asfalto. Foi então…

Continuar

Caixa de Recados

Você precisa ser um membro de Casa da Poesia* para adicionar comentários!

Entrar em Casa da Poesia*

  • Sem comentários por enquanto!
 
 
 

Editora Casa da Poesia

 Chegou

o Volume 7 da Antologia!

      À Venda Antologia

                VOLUME 6 

    

PARCEIROS

VEM AÍ !!!

Nas Redes Sociais

                          CLIQUE AQUI

Fotos

  • Adicionar fotos
  • Exibir todos

Aniversários

Não há aniversários hoje

Acesso ao CHAT da Casa

              Clique Aqui!

Badge

Carregando...

© 2018   Criado por Casa da Poesia*.   Ativado por

Badges  |  Relatar um incidente  |  Termos de serviço

Offline

Vídeo ao vivo