Coluna do Lineu - 91. "... Ou o último que partir, apague a luz do aeroporto..."

Aconteça o que acontecer continue respirando...
Assim parece fácil...
Igualável ao nascer para a vida...
Surgidos de uma suspensão pelos pés; um tapa na bunda; um choro inexplicável...
O choro, primeira comunicação do ser humano diante algo terrível que acontece ao seu redor e que ele não pode impedir...
Viver ou Morrer...
Vida...
Algo terrível e maravilhoso que acontece ao nosso redor enquanto respiramos...
Dualidades: Querer. Poder.
O belo e o feio.
Andar, olhar, discernir, respirar.
Admirar o fato das individualidades. Das forças e das fragilidades.
Quebrar, reconstruir...
Faces do que é forte e do que é frágil; físico, mortal...
Movimentos, cores, luz, percepção...
Terra, água e fogo; matéria, tato, dispersão...
Até então tudo certo com o oxigênio. Um invisível que conduz o todo. Ondas, energia, integração.
Agora, aconteça o que acontecer continue respirando...
É a ordem do universo...
Morte...
Desconstitui o núcleo e as partículas temporárias. Se dá em períodos e ciclos. No mundo físico, energético, animado.
Fungos, musgos,bactérias, seres vivos, vegetal, animal, humanos, vírus letais...
Imponderável fim ou resistência.
Choro e vida...
Façamos nossa parte; fique em casa; ore e acredite, enquanto respirar, haverá uma chance...
Viva...
Ou o último que partir, apaga a luz do Aeroporto...
Lineu Mattos
19/03/2020

Exibições: 13

Responder esta

Editora Casa da Poesia

Chegou o

Volume 9 da Antologia 

Volume 8 da Antologia

 Volume 7 

                VOLUME 6 

    

PARCEIROS

Nas Redes Sociais

                          CLIQUE AQUI

Fotos

  • Adicionar fotos
  • Exibir todos

Aniversários

Acesso ao CHAT da Casa

              Clique Aqui!

© 2020   Criado por Casa da Poesia*.   Ativado por

Badges  |  Relatar um incidente  |  Termos de serviço