“A Bola e a Melancia.”
Nem tudo que parece igual é tudo igual...
Nem tudo que parece igual permanece igual...
Aquilo que se vê e pensa-se que é, não é.
Aquilo que se vê e pensa-se que não é, é.
A realidade pode ser diferente daquilo que se vê e o que se pensa que é. Ou o que se pensa que é e o que se vê.
Pense nisso!
“Sabemos o que é uma “Melancia” porque já vimos uma “Melancia" e descobrimos então para o que ela serve...
Meu neto Murilo, aos quatro anos, no supermercado, ficou fascinado com a “melancia" e me pediu: Vovô compra essa “Bola" pra mim...”
A necessidade e os experimentos ajudam a compreender a vida...
Pense em uma situação favorável e em um lugar ideal para se viver ou apenas para se descansar das atribulações da vida.
Nesses muitos lugares, certamente ideais, onde não haveria necessidade de se levar nada porque lá, certamente, por ser o lugar ideal, lá têm o necessário. O que seria ótimo...
Pense então que não precisando levar nada, ao chegar você descubra o lugar ideal de se viver, mas lá, não tem nada com o que você conhece e se acostumou aqui. Mas aprende que o nada de lá é tudo o que você precisa. E descobre que o tudo que você precisa e se acostumou aqui não têm e não faz falta...
O que dizer "quando o tudo é nada e o nada é tudo".
Já Pensou nisso!
Pense que a vida é tudo e que para viver não se precisa de "nada". Não se tem nada do que se quer mas o nada que se tem é o tudo que se precisa; seja lá o que for... Tudo o que em cada dia se resolve e é preciso... Tudo o que a cada dia se basta. Tudo em cada dia que nunca permanece igual. Basta a iniciativa de andar em cada dia. Conhecer. Não fazer distinção do que se precisa para viver e as necessidades por ser humano.
Ser humano e não ser diferente apenas por aquilo que se têm; senão pelo que se é; ser diferente apenas porquê se é humano...
Ser humano é ser diferente...
A diferença entre o tudo e o nada é subjetiva; é humana e se faz pela coerência da consciência...
O subjetivismo é o que se acredita ver e a realidade é a probabilidade do que se acredita ver...
Meu neto estava certo. Ele viu a bola...
As probabilidades poderão ser visíveis mas as soluções não aparecem sem atitudes; sem a necessidade. Sem iniciativas.
Meu neto pediu para eu comprar a bola...
Batei e lhes será aberto... Pedi e lhes vos será concedido...
Sem iniciativa não se bate e não se vê portas se abrirem; sem necessidade e atitudes não se caminha...
Por mais difícil que seja a realidade e a decisão a tomar cuidado com o que se enxerga... Visão sem ação é nada. Ação sem visão não leva a lugar nenhum. Por mais impossível que pareça e por mais improvável que aconteça não haverá como saber se não houver uma provocação, um início, um ponta pé inicial.
Dizem os chineses que uma grande viagem inicia-se pelo primeiro passo... Em épocas de dificuldades, é natural que haja uma preocupação maior, isso é responsabilidade.
Retrair-se é natural, reduzir custo e espaço é recomendável.
Acontece que o que acontece com a redução do espaço e da iniciativa é que reduzem-se os contatos e as oportunidades... Este ciclo é incompatível com o que significa oportunidades; do que significa "fazer a diferença".
A solução está em compartilhar; estar presente... Dividir espaços, comentar os fatos e realizar o diferente do que parece igual... Já que nem tudo que parece igual, é igual. Nem tudo que parece impossível é improvável e que não se realize. A probabilidade existe... E a iniciativa é que faz a diferença na hora da aposta. Tenha certeza... Observar as coisas faz toda a diferença!
Vamos sair e conversar... Cantar... Realizar o realizável...
Vamos naquela do poeta: "quem sabe faz a hora “não espera acontecer".
Ah! Saibam, naquele dia, comprei a “melancia" para o Murilo. Ele até hoje, ...adora “Melancia”.
Abraços a todos e boa quinta-feira!
Pense nisso!
Lineu Mattos

Exibições: 19

Responder esta

Editora Casa da Poesia

Chegou o

Volume 12 da Antologia 

Volume 9 da Antologia

Volume 8 da Antologia

 Volume 7 

                VOLUME 6 

    

PARCEIROS

ALB/SP

</

Nas Redes Sociais

                          CLIQUE AQUI

Fotos

  • Adicionar fotos
  • Exibir todos

Acesso ao CHAT da Casa

              Clique Aqui!

© 2020   Criado por Casa da Poesia*.   Ativado por

Badges  |  Relatar um incidente  |  Termos de serviço