Como uma pluma que voa o Padre do Balão também quis voar! Pensei então: O Padre achou que seria bom desfrutar do vento! Também imagino poder voar! Consultar meus medos... Soltar minhas amarras... Pular em pensamentos no ar. Assim também esperei pelo vento! Como seria bom poder voar! Levitei! Sem Juízo como o Padre do Balão! E fui ao vento! Mas para onde? Para onde o Padre foi? Aonde a fé o levou? E não davam mais tempo, desejos são desejos! Lá ia eu também em frente! Subindo em rodopios, caindo, virando, dando cambalhotas... Como imagino como o Padre foi, sem Waze, sem GPS... Por conta de cada virada, de cada rodopio, de cada descida, de cada medo, de cada arrepio da vida... Chegando ao céu, pensei no Padre! Será que ele teve medo, que ele se lembrou dos arrepios? Senti a indiferença do vento! Senti que a culpa não foi do Padre; mas ai não tinha mais jeito... Sem amarras ele pensou que voasse melhor... Assim é o que eu acho que o Padre achou... E que diferenças fariam então, sem amarras, sem medos, sem pensar que o vento pudesse parar. Pudesse mudar... Que a reza pudesse não adiantar! E dai não tivesse mesmo mais como parar... Que sensação! Opa! Queda! Virada, medo, vidas passadas... Descobrir que voar não protege corações... Descobrir que para ter fé não é preciso voar! Estranhos tempos para ter tais pensamentos... Sem paradas para pensar, sem tempo, sem mais ter o seu momento... Descobrir que a vida é mesmo louca. Por isso então se voa, se atira de paraquedas, se revira, se vira, se muda igual a pensamento... Imagino que é por isso que o Padre se aventurou pendurado, voando em balões... Imagino a cara do Padre quando o vento parou! Espero que ele tenha tido tempo de se perguntar, o que o levou a tão longe? E eu aqui perguntando, será a fé, o amor, ou só o vento?
Lineu Mattos

Exibições: 19

Responder esta

Respostas a este tópico

Muito bom! Menos perigoso é mesmo voar na imaginação!
Um abraço!

Pensamentos loucos, arrependimento ou não, tudo é possível que tenha passado na mente do padre. Como nunca vamos saber, podemos imaginar. Belo texto, amigo!

Responder à discussão

RSS

Editora Casa da Poesia

         À Venda Antologia

                VOLUME 6 

    

Livros à Venda
CLIQUE AQUI

PARCEIROS

Nas Redes Sociais

                          CLIQUE AQUI

Fotos

  • Adicionar fotos
  • Exibir todos

Vídeos

  • Adicionar vídeo
  • Exibir todos

Aniversários

Aniversários de Amanhã

Acesso ao CHAT da Casa

              Clique Aqui!

Badge

Carregando...

© 2018   Criado por Casa da Poesia*.   Ativado por

Badges  |  Relatar um incidente  |  Termos de serviço

Offline

Vídeo ao vivo