Ao final de um dia, reflito em tudo o que tenho.

Ser perfeita, ter abrigo, comida na mesa, agasalhos , pessoas que se importam comigo ...

Me assusta saber que tantos estão pelas ruas, tantos são os que não têm ninguém que lembre seus nomes ...

Ao menos o inverno se foi.

Mas será que o frio um dia deixará o coração dos homens ?...

Enquanto reflito, sinto o aroma dos manacás que floresceram. E sorrio... Já voltou a primavera. O mundo se reveste de cores e sons.

A natureza renasce vibrando a energia do amor, da renovação. Só o homem permanece imerso num eterno inverno, cego e frio...

Lamento pelos que não  percebem o frescor de um sorriso, ou o sabor que tem o  calor de um abraço, ou o alívio de um olhar a dizer “como estás” ?

Respirando o aroma das flores ainda me pergunto se   algum   dia   os homens aprenderão  o  verdadeiro significado do verbo amar ...

Será que o coração do homem algum dia amanhecerá banhado de luz e cor ? Será capaz de permitir que germine em si as sementes do Bem ?

Será capaz de renascer como uma primavera ?...

   

                                                   Waulena d'Oliveira

 

Exibições: 15

Responder esta

Editora Casa da Poesia

Chegou o Volume 8 da Antologia

 Volume 7 da Antologia!

                VOLUME 6 

    

PARCEIROS

Nas Redes Sociais

                          CLIQUE AQUI

Fotos

  • Adicionar fotos
  • Exibir todos

Acesso ao CHAT da Casa

              Clique Aqui!

Badge

Carregando...

© 2018   Criado por Casa da Poesia*.   Ativado por

Badges  |  Relatar um incidente  |  Termos de serviço

Offline

Vídeo ao vivo