Tempo quente ...

Ora essa ! Já é quase verão ! Não admira  o maçarico a nos queimar o dia ...

“Ahh ... mas assim ninguém aguenta !”

Ponho-me a rir. Não é mesmo assim ?  Se chove todo mundo reclama  -  "É bom para as plantas ! Mas eu não sou planta !” kkkkkk.   Se faz sol todo mundo reclama – “que calor ! Se eu pudesse passar todo o tempo na praia...”

Eu, sinceramente, não tolero esse calor louco. Preferiria ser como os patos selvagens, ao contrário, e voar para o sul no verão... kkkkk

E assim vamos brincando com as estações. Não fossem as insatisfações diárias tudo seria monótono, não ?...

Sempre foi assim. Ou isso ou aquilo. A luva ou o anel...

A escolha é a nossa encruzilhada de todos os minutos. É o que nos difere no reino animal, fazermos a própria escolha, escolhermos o próprio caminho, não por instinto mas por decisão.

Não importa qual o resultado dessa escolha, mas se esse resultado trouxe a buscada satisfação.

O que importa é não cair na inércia. É agir ! Ir em frente. Fazer escolhas e refazê-las se não derem certo. Importa não perdermos o precioso tempo da vida com indecisões. Apreciar o calor e o frio, o sol e a chuva, o dia e a noite  -  viver com a intensidade das paixões.

Mas ... que calor , hein !...

                                                                   Waulena d'Oliveira

Exibições: 22

Responder esta

Respostas a este tópico

De fato, temos que gostar de todas as estações, mas, cá pra nós, detesto o verão, principalmente no Rio!

Responder à discussão

RSS

Editora Casa da Poesia

Chegou o

Volume 9 da Antologia 

Volume 8 da Antologia

 Volume 7 

                VOLUME 6 

    

PARCEIROS

Nas Redes Sociais

                          CLIQUE AQUI

Fotos

  • Adicionar fotos
  • Exibir todos

Acesso ao CHAT da Casa

              Clique Aqui!

© 2020   Criado por Casa da Poesia*.   Ativado por

Badges  |  Relatar um incidente  |  Termos de serviço