E.....POR FALAR EM SAUDADE

Se alguém perguntar se eu estava com saudade de publicar a coluna? A pergunta eu me faço e respondo: SIM, estava. O Escritor sempre tem a pretensão de que no seu monólogo de escrita ocorra o eco e se torne no mínimo um dialogo com o leitor.
Ocorre que, temos a ingênua certeza que controlamos a nossa vida, ou talvez, possamos chamar isso de soberba. E aí, um dia podemos nem acordar neste plano, não é mesmo?
Quase isso, uma experiencia que me foi proporcionada, mas ainda acordando neste plano, mesmo que numa UTI, abro os olhos, os ouvidos, e principalmente peço a graça de abrir meu coração para aprender, entender se possível, e me colocar a serviço do universo, iniciando no meu micro núcleo relacional.
Percebo no dia a dia que nada é fácil o tanto quanto gostaríamos. Falo dos relacionamentos, das comunicações, das práticas do bem e do bom.
O olhar ao belo. A paz. A ecologia do ser.
Por hoje peço mais sabedoria. O conhecimento vem na marra!

Beijos aos meus leitores e gratidão imensa à rede de afetos pessoal e virtual.

By MLK 24/05/2019

Exibições: 35

Responder esta

Respostas a este tópico

Entretanto o conhecimento vem pelo interesse de buscá-lo, e o mereciimento vem pelas obras por isso fosse contemplada ba ABLSC.

Verdade, amiga! O dia de amanhã é uma incógnita, mas o sol sempre reaparece após as tempestades.
Meu beijo!

Responder à discussão

RSS

Editora Casa da Poesia

Chegou o

Volume 9 da Antologia 

Volume 8 da Antologia

 Volume 7 

                VOLUME 6 

    

PARCEIROS

Nas Redes Sociais

                          CLIQUE AQUI

Fotos

  • Adicionar fotos
  • Exibir todos

Aniversários

Aniversários de Hoje

Aniversários de Amanhã

Acesso ao CHAT da Casa

              Clique Aqui!

© 2019   Criado por Casa da Poesia*.   Ativado por

Badges  |  Relatar um incidente  |  Termos de serviço