VENDE-SE PIPAS

Quero uma pipa para soltar ao vento.
Um menino segurando o vento.
Um pai sorrindo em cores, pensando que é professor de sonhos.
Quero ver a brisa fingindo estar sob controle, só para ver um dia feliz.
O sol, na sua potencia e luz, aplaudindo o festival de alegria.
O flanar de pano colorido colado numa forma arte.
Ah, tem a linha, como o fio de Ariadne, mostra o caminho para a mão que abana e vibra.
Os pés do menino criam asas. Meio anjo, meio pássaro grita para a vida.
E tudo começou numa breve parada à beira do caminho.
Vende-se Pipas, dizia o anuncio.
Comprei um voo de alegria e cor.

By MLK – julho 2018

Exibições: 28

Responder esta

Editora Casa da Poesia

Chegou o Volume 8 da Antologia

 Volume 7 da Antologia!

                VOLUME 6 

    

PARCEIROS

Nas Redes Sociais

                          CLIQUE AQUI

Fotos

  • Adicionar fotos
  • Exibir todos

Aniversários

Aniversários de Amanhã

Acesso ao CHAT da Casa

              Clique Aqui!

Badge

Carregando...

© 2018   Criado por Casa da Poesia*.   Ativado por

Badges  |  Relatar um incidente  |  Termos de serviço

Offline

Vídeo ao vivo