ANA CRISTINA CESAR, poeta carioca. Daquelas raridades que preferem passar pela vida como um cometa. Viveu trinta e um anos. (1952/1983). Nascida numa família com belo capital cultural.

Escolhendo novamente na minha biblioteca de poesia sobre a quem dedicaria minha coluna achei o livro de ANA C. A conheci como escritora tão somente em 2004, com a seguinte dedicatória: “Minha amiga Maria Luiza, um livrinho de poemas, que espero agradem esta leitora tão exigente"
Claro que era bem mais que um livrinho que apesar do tempo e das mudanças de endereço, permanece na minha biblioteca.

Ana Cristina Cesar viveu intensamente com o movimento dos poetas chamados marginais na década de 1970. Nos conta a bibliografia que ela, antes mesmo de alfabetizada, já ditada versos para a sua mãe escrever. Que lindeza!
Estudou na Inglaterra como inter cambista e por lá se apaixonou pela literatura inglesa. Voltou ao Brasil e, além de poetisa e prosista, foi tradutora e professora.
É considerada um dos mais importantes nomes da chamada “era do mimeografo”. Tanto que pela sua contribuição literária, foi homenageada pela FLIP em 2016, além de ser reconhecida por inúmeros literatos e leitores.
Sua obra é considerada intimista, mas de uma poética lancinante que dialoga com o cotidiano, como ela dizia “ um tipo loucura qualquer...que meio te tira do eixo”
Para saborear um pouco:

ENCONTRO DE ASSOMBRAR NA CATETRAL
Frente a frente, derramando enfim todas as palavras, dizemos, com os olhos, do silêncio que não é mudez. E não toma medo desta alta compadecida passional, desta crueldade intensa de santa que te toma as duas mãos.

“in o livro A TEUS PÉS” – Prosa e Poesia -1998 – 2 edição”
Ana Cristina Cesar saiu da vida por vontade própria, suicidando-se aos 31 anos no Rio de Janeiro.

Ganhei o livro citado do amigo Pacifico Fiuza

By MLK/ novembro 2019

Exibições: 33

Responder esta

Respostas a este tópico

Que maravilha de ensaio. E a cada leitura que faço, enriqueco meu conhecimento. Eu não sabia da existência da Ana CC. Agora vou pesquisar um pouco mais dela.

Que linda homenagem, Maria Luíza! Beijinhos!!!

Responder à discussão

RSS

Editora Casa da Poesia

Chegou o

Volume 9 da Antologia 

Volume 8 da Antologia

 Volume 7 

                VOLUME 6 

    

PARCEIROS

Nas Redes Sociais

                          CLIQUE AQUI

Fotos

  • Adicionar fotos
  • Exibir todos

Aniversários

Acesso ao CHAT da Casa

              Clique Aqui!

© 2019   Criado por Casa da Poesia*.   Ativado por

Badges  |  Relatar um incidente  |  Termos de serviço