Já repararam que o SEM virou histeria?

O desabrigado é sem-teto

O desamparado é sem-justiça

O político vira-casaca é sem-partido

Xuxa fala nos sem-brinquedo.

Elio Gaspari se refere aos sem-limite

Millôr , aos sem - vergonha

Edir Macedo, aos sem-religião

O papa, aos sem-Deus

A liberação das tarifas bancárias deu origem aos sem-banco

A crise financeira criou os sem-dinheiro

Pois é. O SEM deu filhotes. Sem-terra tem se manifestado aqui e ali.

Fala-se até nos movimentos sem-celular, sem-computador, sem-internet, sem-marido, sem-ficante. A criatividade está solta.

Quando o Atlético Paranaense importou os jogadores Nowak e Pierkarski apareceu o “sem-picanha” nas revistas e jornais. É que : “ na nossa terra éramos sem-picanha." Tanta carne junta só tínhamos visto no pasto, mugindo.( Eles passaram a se entupir de churrasco.)

HÁ LIMITES PARA O SEM? Há

As três letrinhas só gozam da agradável companhia do hífen quando formam substantivos ou adjetivos. Fora isso, grafa-se como as demais preposições. Sem é SEM flexão. Tanto faz se no masculino, feminino, singular ou plural: Tudo igual.

-Saiu sem pedir licença ao professor.

- Sem dinheiro, nada de compras.

O crime culposo é cometido sem intenção de matar.

Beijinhos,

Exibições: 36

Responder esta

Editora Casa da Poesia

Chegou o Volume 8 da Antologia

 Volume 7 da Antologia!

                VOLUME 6 

    

PARCEIROS

Nas Redes Sociais

                          CLIQUE AQUI

Fotos

  • Adicionar fotos
  • Exibir todos

Acesso ao CHAT da Casa

              Clique Aqui!

Badge

Carregando...

© 2018   Criado por Casa da Poesia*.   Ativado por

Badges  |  Relatar um incidente  |  Termos de serviço

Offline

Vídeo ao vivo