CACOFONIA:




Ela ocorre normalmente entre a sílaba do final de uma palavra e do início de outra. Também podem produzir palavras novas denominadas de neologismos.

Além do som desagradável, a cacofonia pode gerar, por falta de clareza, um outro vício de linguagem denominado de ambiguidade. Essa é determinada pela duplicidade de sentidos no discurso.

É muito comum cometer a cacofonia durante o discurso coloquial, ou seja, numa conversa mais informal, seja com amigos, vizinhos, parentes. No entanto, a cacofonia deve ser evitada no discurso formal. Isso porque ela pode prejudicar a construção de sentidos, por exemplo, na produção de texto, apresentação em público, entrevista de emprego.

Observe que o contrário da cacofonia é a “eufonia”, ou seja, a união de sílabas que geram um som agradável.

Curiosidade: Do grego, a palavra cacofonia (kakophónía) significa “aquilo que soa mal”. Nesse sentido, vale lembrar que na linguagem musical, o termo cacofonia é empregado para indicar a união de sons discordantes que geram a dissonância musical. Ou seja, efeitos acústicos desagradáveis tal qual o som desafinado.

Vícios de Linguagem

Os vícios de linguagem representam desvios das normas gramaticais gerados pela comunicação humana e que podem levar a um discurso incompreensivo. Eles ocorrem por descuido do falante (por exemplo, durante uma conversa com amigos ou familiares), ou mesmo por desconhecimento das normas gramaticais. Por outro lado, os vícios de linguagem podem ser utilizados de maneira intencional, sobretudo nos textos literários, a fim de oferecer maior expressividade ao discurso. Quando são utilizados como recursos expressivos eles são chamados de figuras de linguagem

Exibições: 8

Responder esta

Editora Casa da Poesia

Chegou o

Volume 9 da Antologia 

Volume 8 da Antologia

 Volume 7 

                VOLUME 6 

    

PARCEIROS

Nas Redes Sociais

                          CLIQUE AQUI

Fotos

  • Adicionar fotos
  • Exibir todos

Aniversários

Não há aniversários hoje

Acesso ao CHAT da Casa

              Clique Aqui!

© 2019   Criado por Casa da Poesia*.   Ativado por

Badges  |  Relatar um incidente  |  Termos de serviço